Programa de intervenção em autorregulação da aprendizagem: impacto no conhecimento e nas percepções de estudantes de licenciatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24220/2318-0870v27e2022a5513

Palavras-chave:

Aquisição do conhecimento, Aprendizagem, Autoaprendizagem, Estratégias de aprendizagem, Formação docente

Resumo

 O professor deve possuir conhecimentos e habilidades variadas para assumir a tarefa educativa diante da abrangência e da complexidade da Educação. O presente estudo reporta resultados de um programa de intervenção nos processos autorregulatórios de estudantes de Licenciatura, o qual teve como objetivo avaliar se a intervenção contribuiu para ampliar o conhecimento dos estudantes acerca do conceito de autorregulação da aprendizagem; melhorar suas percepções sobre si, como estudantes e como futuros professores; e aumentar a intenção de seguir a carreira docente. Adotou-se como referencial teórico a Teoria Social Cognitiva. A amostra foi composta por cinquenta estudantes de três turmas do terceiro semestre de diferentes cursos de Licenciatura. Os participantes foram divididos aleatoriamente em Grupo Experimental I e II e Grupo Controle. Os dados, coletados por questões conceituais e autorreflexivas, foram examinados por análise de conteúdo. Resultados revelaram que os estudantes dos grupos experimentais demonstraram compreender melhor o conceito de autorregulação da aprendizagem após a intervenção, quando comparados aos do grupo controle. Os resultados foram mais modestos em relação a ter melhores percepções sobre si, como estudantes e como futuros professores. Ademais, a intervenção não influenciou no desejo dos estudantes de seguir a carreira docente. Destaca-se também a importância dos resultados para a discussão sobre a eficácia dos programas de intervenção na formação de professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bardin, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

Boruchovitch, E. Autorregulação da aprendizagem: contribuições da psicologia educacional para a formação de professores. Revista da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, v. 18, n. 3, p. 401-409, 2014. https://doi.org/10.1590/2175- 3539/2014/0183759

Boruchovitch, E.; Ganda, D. R. Fostering self-regulated skills in an educational psychology course for Brazilian preservice teachers. Journal of Cognitive Education and Psychology, v. 12, n. 2, p. 157-177, 2013. https://doi.org/10.1891/1945-8959.12.2.157

Boruchovitch, E., Gomes, M. A. Aprendizagem Autorregulada: como promovê-la no contexto educativo? Petrópolis: Editora Vozes, 2019.

Brabo, J. N. C.; Ribeiro, E. O. R. Metodologia do Ensino de Ciências: concepções e práticas. Belém: Editora da UFPA, 2015.

Brandão, D. F.; Pardo, M. B. L. O interesse de estudantes de pedagogia pela docência. Educação e Pesquisa, v. 42, n. 2, p. 313-329, 2016. https://doi.org/10.1590/s1517-9702201606142126.

Brasil. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP nº 2, de 20 de dezembro de 2019. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e institui a Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação). Brasília: MEC/SEB. Atualização em 17 abr. 2020. Disponível em: http://portal. mec.gov.br/docman/dezembro-2019-pdf/135951-rcp002-19/file. Acesso em: 25 jul. 2022.

Callan, G. L.; Shim, S. S. How teachers define and identify self-regulated learning. The Teacher Educator, v. 54, p. 295-312, 2019.

Cleary, T. J. Professional development needs and practices among educators and school psychologists. New Direction Teaching Learning, v. 126, p. 77-87, 2011. https://doi.org/10.1002/tl.446.

Coutinho, C.; Miranda, A. C. Formação inicial de professores de Ciências da Natureza: relatos de uma prática docente diferenciada. Revista Insignare Scientia, v. 2, n. 2, p. 221-231, 2019. https://doi.org/10.36661/2595-4520.2019v2i2.10876.

Dembo, M. Learning to teach is not enough: future teachers also need to learn to learn. Teacher Education Quarterly, v. 28, n. 4, p. 23-35, 2001.

Dias, A. M. I.; Passos, C. M. B. Passado e presente na formação de professores: por entre perspectivas históricas, legais e políticas. Revista Internacional de Formação de Professores, v. 1, n. 2, p. 85-108, 2016.

Hofer, B.; Yu, S.; Pintrich, P. Teaching College students to be self-regulated learnes. In: Schunk, D. H.; Zimmerman, B. J. (ed.). Self-regulated learning: from teaching to self-reflective practice. New York: The Guilford Press, 1998. p. 57-85.

Lawson, M. J.; Askell-Williams, H. Framing the features of good-quality knowledge for teachers and students. In: Kirby, J. R.; Lawson, M. J. (ed.). Enhancing the quality of learning: dispositions, instruction, and learning processes. Cambridge: Cambridge University Press, 2012. p. 137-159. https://DOI.org/10.1017/CBO9781139048224.010

Lousada, M. G. A espiritualidade na obra de autores da Psicologia, Saúde e Educação. 2017. Tese (Doutorado em Psicologia da Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.

Lousada, M. G.; Barreto, M. O. autoconhecimento como estratégia formativa do professor. Revista Diálogo Educacional, v. 21, n. 70, p. 1372-1387, 2021.

Machado, A. C. T. A.; Boruchovitch, E. As práticas autorreflexivas em cursos de formação inicial e continuada para professores. Psicologia Ensino e Formação, v. 6, n. 2, p. 54-67, 2015.

McKeachie, W. J.; Lin, Y. G.; Middleton, M. J. Two types of low testanxious (low-worry) students. Consulting Clinical Psychology Journal, v. 1, p.141-152, 2004.

Medeiros, E. A.; Aguiar, A. L. O. Formação inicial de professores da educação básica em licenciaturas de universidades públicas do Rio Grande do Norte: estudo de currículos e suas matrizes curriculares. Revista Ibero Americana de Estudos em Educação, v. 13, n. 3, p. 1028-1049, 2018. https://doi.org/10.21723/riaee.v13.n3.2018.10975

Michalsky, T.; Schechter, C. Teachers’ self-regulated learning lesson design: integrating learning from problems and successes. The Teacher Educator, v. 53, p. 101-123, 2018. https://doi.org/10.1080/08878730.2017.1399187

Ohst, A. et al. Helping preservice teachers with inaccurate and fragmentary prior knowledge to acquire conceptual understanding of psychological principles. Psychology Learning e Teaching, v. 14, n. 1, p. 5-25, 2015. https://doi.org/10.1177/1475725714564925

Pimenta, S. G.; Anastasiou, L. G. C. Docência no ensino superior. São Paulo: Cortez, 2002.

Pranke, A.; Frison, L. M. B. Potencialização da aprendizagem autorregulada de bolsistas do PIBID/UFPel do curso de Licenciatura em Matemática através de Oficinas Pedagógicas. Bolema: Boletim de Educação Matemática, v. 29, n. 51, p. 223-240, 2015. https:// doi.org/10.1590/1980-4415v29n51a12

Ramos, M. F. H. Modelo social cognitivo de satisfação no trabalho: percepções sobre a docência. 2015. 239 f. Tese (Doutorado em Teoria e Pesquisa do Comportamento) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2015.

Randi, J. Teachers as self-regulated learners. Teacher College Record, v. 106, n. 9, p. 1825-1853, 2004.

Schunk, D. H. Self-efficacy and education and instruction. In: Maddux, J. E. (ed.). Self-efficacy, adaptation, and adjustment: theory, research, and application. Boston: Plenum Press, 1995. p. 281-303. https://doi.org/10.1007/978-1-4419-6868-5_10

Schunk, D.H.; Zimmerman, B.J. Self-regulated learning: from teaching to self-reflective pratice. New York: The Guilford Press, 1998.

Schunk, D. H.; Zimmerman, B. J. Motivation and Self-Regulation Learning: theory, research & applications. Nova Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, 2008.

Souto, R. M. A.; Paiva, P. H. A. A. A pouca atratividade da carreira docente: um estudo sobre o exercício da profissão entre egressos de uma Licenciatura em Matemática. Pro Posições, v. 24, n. 1, p. 201-224, 2013.

Tardif, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Editora Vozes, 2014.

VanderStoep, S. W.; Pintrich, P. R. Learning to learn: the skills and will of college success. 2. ed. Upper Saddle River: Pearson-Prentice Hall, 2008.

Vosniadou, S. et al. Beliefs about the self-regulation of learning predict cognitive and metacognitive strategies and academic performance in pre-service teachers Metacognition and Learning, v. 16, n. 3, p. 523-554, 2021.

Weinstein, C. E. Strategic learning/strategic teaching: flip sides of a coin. In: Pintrich, P. R; Brown, D. R.; Weinstein, C. E. (ed.). Student motivation, cognition e learning: essays in honor of Wilbert J. McKeachie. Londres: Routledge, 1994. p. 257-273.

Weinstein, C. E.; Acee, T. W. Helping college students become more strategic and self-regulated learners. In: Bembenutty, H.; Cleary, T. J.; Kitsantas, A. (ed.). Applications of self-regulated learning across diverse disciplines: a tribute to Barry J. Zimmerman. Charlotte: Information Age Publishing, 2013. p. 197-236.

White, M.; Bembenutty, H. Not all avoidance help seekers are created equal individual differences in adaptive and executive help seeking. Sage Open, v. 3, p. 1-14, 2013. https://doi.org/10.1177/2158244013484916

Wolters, C. Self-regulated learning and the 21st century competences. Houston: Department of Educacional Psychology, University of Houston, 2010.

Zamperetti, M. P. Formação docente e autorreflexão: práticas pedagógicas coletivas de si na escola. 148 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Pelotas, 2012.

Zimmerman, B. J. Attaining self-regulation: a social cognitive perspective. In: Boekaerts, M.; Pintrich, P. R.; Zeidner, M. (org.). Handbook of self-regulation. Nova York: Editora Elsevier Academic Press, 2000. p. 13-39.

Zimmerman, B. J. Becoming a self-regulated learner: an overview. Theory into Practice, v. 41, p. 64-70, 2002.

Zimmerman, B. J. From cognitive modeling to self- regulation: a social cognitive career path. Journal of Educational Psychologist, v. 48, p. 135-147, 2013. https://doi.org/10.1080/00461520.2013.794676

Zimmerman, B. J.; Schunk, D. H. Self-regulated and performance: an introduction and an overview. In: Zimmerman, B.; Schunk D. H. (org.). Handbook of self-regulation of learning and performance. New York: Routledge, 2011. p. 1-12.

Downloads

Publicado

2022-08-17

Como Citar

Arcoverde, A. R. dos R. ., Boruchovitch, E., & Góes, N. M. (2022). Programa de intervenção em autorregulação da aprendizagem: impacto no conhecimento e nas percepções de estudantes de licenciatura. Revista De Educação PUC-Campinas, 27, 1–15. https://doi.org/10.24220/2318-0870v27e2022a5513