Um olho para ver e ser visto: uma análise do museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, Brasil | An eye to see and be seen: An analysis of the Oscar Niemeyer museum, in Curitiba, Brazil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24220/2318-0919v16n1a4162

Palavras-chave:

Arquitetura contemporânea. Equipamentos culturais. Museu Oscar Niemeyer. Museus. Oscar Niemeyer.

Resumo

Por meio de uma análise eminentemente formal do Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, o artigo trata de aspectos relativos a última etapa do trabalho do celebre arquiteto moderno carioca, enfocando permanências e transformações ao longo de sua extensa trajetória. Pondera sobre a relevância da produção de equipamentos culturais no contexto de sua obra, e analisa a genealogia do partido arquitetônico do novo setor expositivo do museu: o volume principal suspenso em apoio único. Examina também a relação de complementaridade entre os dois volumes que compõem o museu, ambos projetados por Niemeyer em momentos diferentes de sua carreira, bem como as relações da forma com aspectos funcionais e técnicos.

Biografia do Autor

Ivo Renato Giroto, Universidade de São Paulo

Universidade de São Paulo | Faculdade de Arquitetura e Urbanismo | Departamento de História e Estética do Projeto | R. do Lago, 876, Butantã, 03178‑200, São Paulo, SP, Brasil.

Referências

ABALOS, I. Os rabiscos de Niemeyer. In: SEGRE, R. (Org.). Tributo a Niemeyer. Rio de Janeiro: Viana e Mosley, 2009. p.56‑61.

ARNHEIM, R. La forma visual de la arquitectura. 2.ed. Barcelona: Gustavo Gili, 2001.

BELTRAO, A. Da burocracia ao museu: como o atual edifício do Museu Oscar Niemeyer deixou de abrigar secretarias de maneira improvisada para se tornar símbolo da cidade. Entrevistador: RUPP, I. Gazeta do Povo, 10 nov. 2012. Disponível em: <http://www.gazetadopovo.com.br/caderno‑g/especiais/10‑anos‑mon/da‑burocracia‑ao‑museu‑1sgi161flshtaiy9ufkxx9wsu>. Acesso em: 18 dez. 2017.

BRUAND, Y. Arquitetura contemporânea no Brasil. 4.ed. São Paulo: Perspectiva, 2002.

DIEZ, F. Oscar Niemeyer: além da arquitetura. In: SEGRE, R. (Org.). Tributo a Niemeyer. Rio de Janeiro: Viana e Mosley, 2009. p.32‑36.

ECO, U. Obra aberta. 9.ed. São Paulo: Perspectiva, 2010. p.41.

FIGUEROLA, V. Concreto, poesia e Niemeyer: Novo Museu de Curitiba. Arquitetura e Urbanismo, n.106, p.38‑60, 2003.

FOSTER, H. O complexo arte‑arquitetura. São Paulo: Ubu, 2017. p.11.

GONÇALVES, S.N.L. Museus projetados por Oscar Niemeyer de 1951 a 2006: o programa como coadjuvante. 2010. 235f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) — Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

HERKENHOFF, P. Museu Oscar Niemeyer: 2003 a 2007. Curitiba: Museu Oscar Niemeyer, 2008. p.67.

MAFFESOLI, M. A contemplação do mundo. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1995.

NIEMEYER, O. Museu de Arte Moderna de Caracas. Revista Módulo, n.4, p.41, 1956.

NIEMEYER, O. Depoimento. Revista Módulo, n.9, p.3‑6, 1958.

NIEMEYER, O. De Pampulha ao Memorial da América Latina. Revista Módulo, n.100, p.15‑25,

NIEMEYER, O. As curvas do tempo: memorias. Rio de Janeiro: Revan, 1998.

NIEMEYER, O. O Novo Museu. Folha de São Paulo, 22 nov. 2002. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz2211200209.htm>. Acesso em: 20 dez. 2017.

NIEMEYER, O. Entrevista a Regina Zappa. In: CAVALCANTI, L. A doce revolução de Oscar Niemeyer. Rio de Janeiro: 19 Design, 2007. p.12.

NIEMEYER, O. Oscar Niemeyer: 1999‑2009. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2009. p.88.

NIEMEYER, O. A forma na arquitetura. 5.ed. Rio de Janeiro: Revan, 2013. p.17.

PIGNATARI, D. Semiótica da arte e da arquitetura. 3.ed. Cotia: Atelie Editorial, 2004. p.163.

PORTZAMPARC, C. Apresentação. In: SEGRE, R. (Org.). Tributo a Niemeyer. Rio de Janeiro: Viana e Mosley, 2009. p.8‑11.

POUND, E. ABC da literatura. São Paulo, Cultrix, 2013.

RASMUSSEN, S.E. Arquitetura vivenciada. São Paulo: Martins Fontes, 1986.

SEGAWA, H. Arquiteturas no Brasil 1900‑1990. 3.ed. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2014.

TELLES, S.S. Oscar Niemeyer: técnica e forma (1992). In: GUERRA, A. (Org.). Textos fundamentais sobre história da arquitetura moderna brasileira. São Paulo: Romano Guerra, 2010. p.251‑262.

UNDERWOOD, D. Oscar Niemeyer e o modernismo de formas livres no Brasil. São Paulo: Cosac & Naify, 2001.

Downloads

Publicado

08-02-2019

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa