Lisboa pombalina: em que medida iluminista?

Autores

  • Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

teorias urbanísticas, urbanismo, Portugal, França, século XVIII, Iluminismo, engenheiros militares.

Resumo

Com foco na reconstrução de Lisboa após o terremoto de 1755, o artigo trata da cultura profissional dos engenheiros militares portugueses em meados do século XVIII, em paralelo às novas teorias arquitetônicas e urbanísticas em curso na França naquele momento. Discute os limites entre concepção teórica e prática profissional, tradição e inovação e, sobretudo, em que medida tal intervenção estaria em sintonia com as idéias consensualmente chamadas pela historiografia de “iluministas”.
PALAVRAS-CHAVE: teorias urbanísticas, urbanismo, Portugal, França, século XVIII, Iluminismo, engenheiros militares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno, Universidade de São Paulo

Professora doutora Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP

Referências

BENEVOLO, L. História da cidade. São Paulo: Perspectiva,

D’AGOSTINHO, M. H. S. A linha do horizonte. Reflexões

sobre a Crítica da Simetria Clássica. Óculum,

Campinas, FAU-PUCCAMP, v.3, p.54-62, 1993.

ENCYCLOPÉDIE ou Dictionnaire raisonné des Sciences

et des Arts et des Métiers. Neufchastel: Chez Samuel

Faulche & Compagnie, 1765. Tome XVII.

FRANÇA, J.- A. Lisboa Pombalina e o Iluminismo. 3.ed.

Lisboa: Bertrand Editora, 1987. (1.ed. 1965).

KUBLER, G. Portuguese Plain Architecture: between

spices and diamonds 1521-1706. Middletown:

Wesleyan University Press, 1972.

LAUGIER, M.-A. Essais sur l’architecture. Liège: Pierre

Mardaga, 1979.

PICON, A. Architectes et ingénieurs au Siècle des Lumiè-

res. Marseille: Parenthèses, 1988.

PATTE, P. Mémoires sur les objets les plus importants de

l’architecture. Paris, 1769. Genebra: Minkoff

Reprint, 1973a. (Edição facsimilar)

_______. Artigo II. Sobre a maneira mais vantajosa de distribuir

uma cidade. In: ___. Mémoires sur les objets les

plus importants de l’architecture. Paris, 1769. Genebra:

Minkoff Reprint, 1973b. (Edição facsimilar)

ROSSA, W. Episódios da evolução urbana de Lisboa

entre a Restauração e as invasões francesas. Revista

Rassegna, Milão,1994.

SALGADO, I.; BUENO, B. Pierre Patte e a cultura urbanística

do Iluminismo francês. Cadernos de Pesquisa

do Lap, v.38, jul.-dez. 2003.

SICA, P. Storia dell’urbanistica. Il Settecento. 5.ed.

Roma/Bari: Laterza, 1992.

TAFURI, M. Simbolo e ideologia en la arquitectura de la

ilustracion. In: VV. AA. Arte, arquitectura y estética

en el siglo XVIII. Madrid: Ediciones Akal, 1987.

Downloads

Publicado

2013-02-04

Como Citar

Bueno, B. P. S. (2013). Lisboa pombalina: em que medida iluminista?. Oculum Ensaios, (3), 6–23. Recuperado de https://seer.sis.puc-campinas.edu.br/oculum/article/view/798

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa