Da tragédia à catástrofe: o renascimento do imaginário religioso

Autores

  • Rineu Quinalia Filho Universidade Metodista de São Paulo
  • Vitor Chaves de Souza Universidade Metodista de São Paulo http://orcid.org/0000-0003-1258-9177

DOI:

https://doi.org/10.24220/2447-6803v46e2021a5344

Palavras-chave:

Atentado 11 de Setembro., Decadência., Nietzsche., Religião.

Resumo

 O objetivo do artigo é pensar o mundo religioso atual a partir de dois choques: o primeiro, a saber, a martelada nietzscheana nos estudos filosóficos e teológicos, tendo, como desdobramento, uma reação hermenêutica ao longo do século XX comprometida com a ressignificação do mundo religioso. A segunda, por sua vez, marcando o fim do século XX e o início do século XXI, o atentado às Torres Gêmeas do edifício World Trade Center localizado em Nova Iorque (EUA), que modificou, pelo menos num grau do imaginário, o mundo até então conhecido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rineu Quinalia Filho, Universidade Metodista de São Paulo

Universidade Metodista de São Paulo, Faculdade de Humanidades, Programa de Pós-Graduação em Filosofia. São Paulo, SP, Brasil.

Vitor Chaves de Souza, Universidade Metodista de São Paulo

Universidade Metodista de São Paulo, Faculdade de Teologia, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião. R. Alfeu Tavares, 149, Rudge Ramos, 09641-000, São Bernardo do Campo, SP, Brasil. Correspondência para/Correspondence to: V.C. SOUZA. E-mail: <vitor.chaves@metodista.br>.

Referências

Addis, L. Nietzsche’s Ontology. Heusenstamm: Ontos Verlag, 2012.

Aristóteles. Arte retórica e arte poética. São Paulo: Edições de Ouro, n/d.

Aristóteles. Poética. São Paulo: Editora 34, 2015.

Byman, D. Al-Qaeda, the Islamic State and the global jihadist movement: what everyone needs to know. Oxford: Oxford University Press, 2015.

Fink, E. Nietzsche’s philosophy. London: Bloomsbury Academic, 2003.

Giacoia Junior, O. O humano como memória e como promessa. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

Gomes, A. T.; Mikhael, M. M. Terror or terrorism? Al-Qaeda and the Islamic State in comparative perspective. Brazilian Political Science Review, v. 12, n. 1, e0002, 2018. https://doi.org/10.1590/1981-3821201800010002

Heath-Kelly, C.; Jarvis, L. Affecting terrorism: laughter, lamentation, and detestation as drives to terrorism knowledge. International Political Sociology, v. 11, n. 3, p. 239-256, 2017. https://doi.org/10.1093/ips/olx007

Heidegger, M. A declaração nietzscheana “Deus está morto”. Natureza Humana, v. 5, n. 2, p. 471-526, 2003.

Heidegger, M. Nietzsche. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014.

Jackson, R. The study of terrorism after 11 September 2001: problems, challenges and future developments. Political Studies Review, v. 7, n. 2, p. 171-184, 2008.

Jaspers, K. Nietzsche: an introduction to the understanding of his philosophical activity. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 1997.

Juergensmeyer, M. “Thinking about Religion after September 11”. Journal of the American Academy of Religion, v. 72, n. 1, p. 221-234, 2004. Available from: www.jstor.org/stable/40005884. Cited: Mar. 12, 2021.

Kenny, A. Uma nova história da filosofia ocidental: filosofia no mundo moderno. São Paulo: Loyola, 2009. v. 4.

Lesky, A. A tragédia grega. São Paulo: Perspectiva, 1996.

Lincoln, B. Holy terrors: thinking about religion after September 11. Chicago: University of Chicago Press, 2003.

Machado, R. Nietzsche e o renascimento do trágico. Kriterion, v. 46, n. 112, p. 174-182, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-512X2005000200003&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 21 mar. 2020.

Magnus, B.; Higgins, K. The cambridge companion to Nietzsche. Cambridge: Cambridge University Press, 1996.

Marton, S. Dicionário Nietzsche. São Paulo: Loyola, 2016.

Nietzsche, F. O nascimento da tragédia ou helenismo e pessimismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

Ricoeur, P. Religião, ateísmo e fé: o conflito das interpretações. Porto: Rés-Editora, 1989.

Schröder, G. Full solidarity with the United States (September 12, 2001). Carta. Alemanha: GHDI, 2001. Available from: https://ghdi.ghi-dc.org/sub_document.cfm?document_id=3724. Cited: Feb. 24, 2020

Souza, A. M.; Nasser, R. M.; Moraes, R. F. (org.). Do 11 de setembro de 2001 à guerra ao terror: reflexões sobre o terrorismo no século. Brasília: IPEA, 2014.

Schuhl, P. Platão e a arte de seu tempo. São Paulo: Discurso, 2020.

Tillich, P. Dinâmica da fé. 3. ed. São Leopoldo: Sinodal, 1985.

Uecker, J. E. Uecker, J. E. Religious and spiritual responses to 9/11: evidence from the add Health study. Sociological spectrum: The Official Journal of the Mid-South Sociological Association, v. 28, n. 5 p. 477-509, 2008. https://doi. org/10.1080/02732170802206047

Downloads

Publicado

2021-08-30

Como Citar

Quinalia Filho, R., & de Souza, V. C. (2021). Da tragédia à catástrofe: o renascimento do imaginário religioso. Reflexão, 46, 1–10. https://doi.org/10.24220/2447-6803v46e2021a5344

Edição

Seção

Seção Temática: O "11 de setembro", 20 anos depois