Desafios da formação humana no mundo contemporâneo

Antonio Joaquim Severino

Resumo


A identidade específica da prática educativa, a ser implementada por todos aqueles que têm um projeto civilizatório, para o enfrentamento dos desafios históricos lançados na atualidade, se encontra no tripé formado pelo domínio do saber teórico, pela apropriação da habilitação técnica e pela sensibilidade ao caráter político das relações sociais. Mas essas três dimensões só se consolidam se soldadas, se articuladas pela dimensão ética. O envolvimento pessoal, a sensibilidade ética dos educadores está radicalmente vinculada a um compromisso com o destino dos homens. É à humanidade que cada um tem que prestar contas. Por isso mesmo é que o maior compromisso ético é ter compromisso com as responsabilidades técnicas e com o engajamento político. Trata-se, pois, para todos os homens, de vincular sua responsabilidade ética à responsabilidade referencial de construção de uma sociedade mais justa, mais equitativa, vale dizer, uma sociedade democrática, constituída de cidadãos participantes em condições que garantam todos os bens naturais, os bens sociais e os bens simbólicos, disponíveis para a sociedade concreta em que vivem, e a que todos têm direito, em decorrência da dignidade humana de cada um.


Palavras-chave


Ensino superior. Ética. Formação humana. Neoliberalismo. Política. Projeto educacional.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTHUSSER, L. Ideologia e aparelhos ideológicos do Estado. São Paulo: Martins Fontes, [197-].

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização,1968.

SEVERINO, A.J. Educação, ideologia e contra-ideologia. São Paulo: EPU,1986.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v0n29a50

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.