Contribuições e limitações do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: um estudo com professores alfabetizadores | National Pact of Literacy in the Right Age’s contributions and limitations: A study with literacy teachers

Tatiana Andrade Fernandes de Lucca, Andréia Osti

Resumo


Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada com professores alfabetizadores acerca da formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, tendo como foco as contribuições e limitações do processo formativo sob a ótica dos participantes. Compreende-se que a formação continuada é um dos principais eixos de ação do programa e se discute os processos formativos direcionados aos docentes em exercício, problematizando suas razões e objetivos. A pesquisa foi realizada com dez professoras alfabetizadoras que participaram do Pacto no ano de 2013, através de entrevistas semiestruturadas. Como resultados, as professoras compreendem e indicam as contribuições do programa para sua prática e para sua formação enquanto alfabetizadoras, e ressaltam o estabelecimento dos Direitos de Aprendizagem como a contribuição mais significativa do programa, auxiliando-as no planejamento das aulas, na seleção dos conteúdos e na compreensão do que deve ser abordado em cada ano do ciclo de alfabetização. Em relação às limitações, citam a superficialidade na abordagem de conteúdos durante a formação; a delimitação do tempo na compreensão de determinados temas e o trabalho realizado pelo responsável pela formação. Deste modo, infere-se que as professoras compreendem que os momentos de formação, como o Pacto, são importantes para suas carreiras e para seu desenvolvimento profissional; no entanto, refletem que estes processos formativos precisam considerar suas necessidades e dificuldades profissionais.


Palavras-chave


Alfabetização. Direitos de Aprendizagem. Formação de professores.

Texto completo:

PDF

Referências


Bardin, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

Brasil. Ministério da Educação. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Brasília: MEC, 2015. Disponível em . Acesso em: 23 jul. 2015.

Brasil. Ministério da Educação. Índice de Desenvolvimento da Educação Básica: apresentação. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2019.

Brasil. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC, 1998. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2019.

Brasil. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: formação de professores no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Brasília: MEC, 2012. p.2-24.

Brasil. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: SEF, 1997. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2019.

Cardoso, C.J.; Cardoso, A.L.J. Formação continuada no contexto do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: alinhamento entre práticas, princípios formativos e objetivos. Práxis Educativa, v.11, n.1, p.89-106, 2016.

Frambach, F.A. Entre urdiduras e tramas: tecendo reflexões sobre leitura, literatura e (trans)formação continuada de professores alfabetizadores. 2016. 223f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.

Frangella, R.C.P. Um pacto curricular: o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e o desenho de uma base comum nacional. Educação em Revista, v.32, n.2, p.69-90, 2016.

Gatti, B.A. Análise das políticas públicas para formação continuada no Brasil, na última década. Revista Brasileira de Educação, v.13, n.37, p.57-70, 2008.

Godoy, D.M.A.; Viana, F.L. Conteúdos linguísticos como subsídio à formação de professores alfabetizadores: a experiência de Brasil e de Portugal. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v.97, n.245, p.82-96, 2016. Disponível em: . Acesso em 20 set. 2017.

Hernandes, E.D.K. et al. Políticas de formação de professores e o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Educação em Revista, v.17, p.25-37, 2016. Edição Especial.

Imbernón, F. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Avaliação Nacional da Alfabetização: relatório 2013-2014: análise de resultados. Brasília: INEP, 2015. v.2.

Klein, J.M. Representações e identidades docentes nos cadernos de formação do programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). 2015. 138f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Luterana do Brasil, Canoas, 2015.

Klein, J.M.; Guizzo, B.S. Problematizando representações docentes nos Cadernos de formação do Programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v.98, n.249, p.311-331, 2017. Disponível em: . Acesso em: 9 fev. 2018.

Lucca, T.A.F. A contribuição da formação do PNAIC para a prática de professores alfabetizadores do município de Rio Claro-SP. 2018. 174f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2018.

Manzano, T.S. Formação continuada de alfabetizadores do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa no município de São Paulo: proposições e ações. 2014. 127f. Dissertação (Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade) – Universidade Pontifícia Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.

Melo, E.P.C.B.N. PNAIC: uma análise crítica das concepções de alfabetização presentes nos cadernos de formação docente. 2015. 252f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, 2015. p.183.

Morais, A.G. Precisamos de boas políticas públicas de avaliação da alfabetização: análise das razões de tal necessidade e de fatores que impedem que avancemos no cumprimento dessa republicana tarefa. In: Mortatti, M.R.L.; Frade, I.C.A.S. (Org.). Alfabetização e seus sentidos: o que sabemos, fazemos e queremos? São Paulo: Editora Unesp, 2014. p.281-302.

Salomão, R. A formação continuada de professores alfabetizadores: do pró-letramento ao PNAIC. 2014. 117f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2014.

Santos, N.F.C. Entre o proposto e o almejado: da proposta do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa às expectativas almejadas por docentes participantes. 2015. 123f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Práticas Educacionais) – Universidade 9 de Julho, São Paulo, 2015. f.121.

Sousa, S.N.; Nogueira, E.G.D.; Melim, A.P.G. Um cenário, duas técnicas: análise dos pressupostos teóricos dos programas Alfa e Beto e Pnaic. In: Reunião Nacional da Anped, 37., 2015, Florianópolis. Anais eletrônicos [...]. Florianópolis: UFSC, 2015. Disponível em: . Acesso em: 15 ago. 2017.

Souza, E.E.P. A formação continuada do professor alfabetizador nos cadernos do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). 2014. 358f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v24n2a4387

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.