Por quais motivações estudantes escolhem a carreira profissional? / What are students’ motivations for choosing a career?

Marinalva Lopes Ribeiro, Fabrício Oliveira da Silva, Maria Cleonice Barbosa Braga, Hélia Lucila Malta

Resumo


A carreira profissional tem sido um dilema para muitos estudantes na atualidade. O estudo constituiu-se como uma pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, por meio da qual foi aplicado um questionário em duzentos e vinte e quatro estudantes das áreas de educação, engenharias e saúde, nas modalidades Bacharelado e Licenciatura, em uma universidade pública do Estado da Bahia. O objetivo principal do trabalho foi o de buscar saber os motivos de suas escolhas pelos cursos universitários, mediante um questionário aberto composto por cinco questões voltadas para a compreensão das motivações para as escolhas profissionais. Os resultados indicam que existe uma variedade de motivos para a realização da escolha profissional, como: mercado de trabalho, paixão ou identificação com a área, falta de opção, escolha por ideologia, facilidade em disciplinas da área, status da profissão e influência de terceiros como pais e professores. Todavia, são as experiências formativas que estão na base de novas motivações que permitem aos estudantes perceberem e redefinirem suas escolhas.


Palavras-chave


Escolha profissional. Desenvolvimento profissional. Motivação.

Texto completo:

PDF

Referências


Andriani, A.G.P. O significado construído por jovens negros pertencentes a camadas populares sobre a escolha e o futuro profissional. In: Ozella, S. Adolescências construídas: a visão da psicologia sócio-histórica. São Paulo: Cortez, 2003. p.223-252.

Almeida, M.E.G.G.; Pinho, L.V. Adolescência, família e escolhas: implicações na orientação profissional. Revista Psicologia Clínica, v.20, n.2, p.173-184, 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-

&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 11 jun. 2016.

Barros Filho, J. et al. Motivos determinantes na escolha dos cursos de tecnologia: desenvolvimento de um instrumento de pesquisa. In: Seminário Internacional Ciência e Tecnologia na América Latina, 2., 2005, Campinas. Anais... Campinas: Unicamp, 2005.

Bauman, Z. Identidade. Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

Biase, E.G. Motivos de escolha do curso de graduação: uma análise da produção científica nacional. 2008. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

Bock, A.M.B.; Furtado, O.; Teixeira, M.L.T. Psicologias: uma introdução ao estudo da psicologia. 13. ed. São Paulo: Saraiva, 2002.

Bourdoncle, R. La professionnalisation des enseignants: analyses sociologiques anglaises et américaines. Revue Française de Pédagogie, n.94, p.73-91, 1991.

Brasil. Ministério da Educação e Cultura. Referenciais curriculares nacionais dos cursos de bacharelado e licenciatura. Brasília: Ministério da Educação, 2010.

Camargo, M.A. et al. Motivos da escolha, percepções e perspectivas de alunos do curso de Administração de IES privadas de Minas Gerais. E-Civitas, v.1, n.1, p.1-21, 2008. Disponível em: . Acesso em: 14 nov. 2017.

Carboneau, M. La profissionnalisation des enseignantes: analyse sociologique anglaises et américains. Revue des Sciences de L’education, v.XIX, n.1, p.33-35, 1993.

Cavalcanti, L.S. O ensino de Geografia na escola. São Paulo: Papirus, 2012. Dicionário de Sociologia. São Paulo: Globo, 1970.

Dubar, C. A socialização: construção das identidades sociais e profissionais. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

Giddens, A. Modernidade e identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002.

Hall, S. A identidade cultural na pós-modernidade. 10. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

Lara, L.D. et al. O adolescente e a escolha profissional: compreendendo o processo de decisão. Arquivos de Ciências da Saúde da UNIPAR, v.9, n.1, p.57-61, 2005.

Moya, J.L.M. La profesión docente: y la construcción del conocimiento profesional. Buenos Aires: Lumen, 2006.

Pereira, F.N.; Garcia, A. Amizade e escolha profissional: influência ou cooperação? Revista Brasileira de Orientação Profissional, v.8, n.1, p.71-86, 2007.

Pimenta, S.G.; Lima, M.S.L. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2004.

Soares, F.L.B. A escolha no ensino superior: fatores de decisão. 2007. 125 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Economia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

Super, D.E.; Savickas, M.L.; Super, C.M. The lifespan, life-space approach to careers. In: Brown, D.; Brooks, L. (Org.). Career choice and development. San Francisco: Jossey-Bass, 1996. p.121-178.

Zago, N. Do acesso à permanência no ensino superior: percursos de estudantes universitários de camadas populares. Revista Brasileira de Educação, v.11, n.32, p.226- 237, 2006.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v23n2a3903

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.