Da solidão do trabalho docente à necessidade do trabalho coletivo na escola: relatos de professores iniciantes / From solitude of teaching to collective work at schools: Reports of beginning teachers

Pamela Aparecida Cassão, Laura Noemi Chaluh

Resumo


O presente texto apresenta parte de uma pesquisa de mestrado de Pamela Aparecida Cassão que analisou quais as marcas de alteridade presentes no início do exercício da profissão docente, com a finalidade de identificar como afetam a constituição do ser professor. Dentro do foco de investigação, estavam os acontecimentos vividos pelos professores iniciantes e suas contribuições para a constituição docente dos mesmos, levando em consideração as relações estabelecidas com os outros sujeitos ao estarem inseridos na escola. O locus da pesquisa centrou-se em um grupo de troca de experiências docentes, composto por dez professores iniciantes. Foram realizados sete encontros com sete temas ligados à profissão. De caráter qualitativo, a pesquisa se orientou pela perspectiva sociohistórica de Maria Teresa de Assunção Freitas. Além disso, as entrevistas coletivas de Sonia Kramer foram utilizadas como instrumento de produção dos dados e a análise foi realizada a partir do paradigma indiciário de Carlo Ginzburg. Como resultado, foi possível indiciar onze marcas de alteridade presentes na constituição docente dos participantes e, a partir delas, refletir sobre novas propostas de formação dos professores, pensando na relação estreita entre alteridade e profissionalidade. Este trabalho tratará de uma marca de alteridade recorrente nos dizeres dos participantes da pesquisa: a solidão do trabalho docente e, a partir dela, revelará a necessidade da realização de um trabalho efetivamente coletivo na escola.


Palavras-chave


Alteridade. Diálogo. Escola. Experiência pedagógica. Formação docente.

Texto completo:

PDF

Referências


Anjos, D.D. Como foi começar a ensinar? Histórias de professoras, histórias da profissão docente. 2006. 189 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006.

Bakhtin, M. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1999.

Cassão, P.A., Professores iniciantes: marcas de alteridade na constituição da profissionalidade docente. 2013. 148 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual

Paulista, Rio Claro, 2013.

Cassão, P.A.; Chaluh, L.N. A arte de Julian Beever e as crianças de Cordeirópolis-SP: leitura e autoria. Leitura: Teoria e Prática, v.58, p.594-603, 2012.

Chaluh, L.N. Formação e alteridade: pesquisa na e com a escola. 2008. 290 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

Chaluh, L.N. Futuros professores: um processo coletivo de formação. In: Grupo de Estudos dos Gêneros do Discurso [GEGe]. Questões de cultura e contemporaneidade: o olhar oblíquo de Bakhtin. São Carlos: Pedro & João, 2011. Chaluh, L.N. Cartas na formação inicial de professores. In: Congresso Internacional de Pesquisa (Auto) Biográfica, 5., 2012, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: PUCRS, 2012a. 1 CD-ROM.

Chaluh, L.N. Percursos na formação inicial de professores. In: Chaluh, L. N. Escola-universidade: olhares e encontros na formação de professores. São Carlos: Pedro & João, 2012b. p.11-25.

Cunha, M. I. Reflexões e práticas em pedagogia universitária. Campinas: Papirus, 2007.

Fiorentini, D. Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente? In: Borba, M.C.; Araújo, J.L. Pesquisa qualitativa em educação matemática. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. p.49-78.

Fontana, R.A.C. Afinal de contas, o que é esse tal de projeto pedagógico? Contribuições da abordagem enunciativa de Bakhtin para a compreensão dos processos de produção de sentidos sobre a docência na formação inicial de professores. In: Padilha, A.M.L; Ometto, C.B.C.N. (Org.). Trabalho em Educação: processos, olhares, práticas, pesquisas. São Carlos: Pedro & João, 2011. p.13-27.

Freire, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

Freire, P. À sombra de mangueira. São Paulo: Olho D’Agua, 2005.

Freitas, M.N.C. Organização escolar e socialização profissional de professores iniciantes. Cadernos de Pesquisa, n.115, p.155-172, 2002.

Freitas, M.T.A. A abordagem sócio-histórica como orientadora da pesquisa qualitativa. Cadernos de Pesquisa, v.1, n.116, p.21-40, 2002.

García, C.M. Aprender a enseñar: un estudio sobre el processo de socialización de profesores principiantes. Madrid: Centro de Publicaciones del Ministerio de Educación y Ciencia, 1991. Ginzburg, C. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. In: Ginzburg, C. Mitos, emblemas, sinais. São Paulo: Companhia das Letras, 1989. p.143-179.

Ibiapina, I.M.L.M. Práticas pedagógicas e colaboração: como agir no processo ensino-aprendizagem? In: Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino: convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente: políticas e práticas educacionais, 15., 2010, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: UFMG, 2010. 1 CD-ROM.

Kramer, S. Entrevistas coletivas: uma alternativa para lidar com diversidade, hierarquia e poder na pesquisa em ciências humanas. In: Freitas, M.T.; Souza, S.J. (Org.). Ciências Humanas e pesquisa: leituras de Mikhail Bakhtin. São Paulo: Cortez, 2003. p.57-76.

Miotello, V. Empoderamento e linguagem. In: Chaluh, L.N. Escola-Universidade: olhares e encontros na formação de professores. São Carlos: Pedro & João, 2012. p.11-25.

Pontes, R.A.F. Pesquisa-ação e autoria docente: criando espaço de reflexão coletiva e protagonismo. In: Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino: trajetórias e processos de ensinar e aprender: lugares, memórias e culturas, 14., 2008, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: PUCRGS, 2008.1 CD-ROM.

Quino. Toda Mafalda. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

Rocha, M.S.P.M.L. Desafios na construção do trabalho coletivo nas escolas para a (trans)formação docente. In: Didática e Práticas de Ensino: compromisso com a escola pública, laica, gratuita e de qualidade, 16., 2012, Campinas. Anais... Araraquara: Junqueira & Marim, 2012. v.2. p.6334-6345.

Silva, M.M. Pedagogia universitária: trabalho coletivo e aprendizagens possíveis. In: Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino: trajetórias e processos de ensinar e aprender: lugares, memórias e culturas, 14., 2008, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: PUCRGS, 2008. 1 CD-ROM.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v23n2a3863

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.