Pesquisa na formação inicial: contribuições a partir de um projeto de extensão / Research on initial training: Contributions from an outreach project

Laura Noemi Chaluh

Resumo


Este trabalho socializa resultados produzidos a partir de uma pesquisa que objetivou compreender os processos formativos desencadeados em um grupo de alunos de um curso de Pedagogia. Eles participavam de um projeto de extensão no qual se buscava considerar o cotidiano escolar como espaço formativo e como objeto de estudo, bem como refletir sobre a organização do trabalho pedagógico na escola. Essas ações estavam atreladas a outros dois espaços de formação dos quais esses alunos também participavam: um projeto de pesquisa desenvolvido em escolas de Ensino Fundamental I e de Educação Infantil, e um curso de extensão oferecido para educadores da rede municipal de ensino. São problematizadas, a partir das análises dos escritos produzidos pelos alunos, a potencialidade e as contribuições da dimensão da pesquisa para pensar na constituição desses alunos como futuros educadores. A investigação, de orientação sócio-histórica, assume uma perspectiva dialógica ao promover a formação de todos aqueles que dela participam. Os resultados da pesquisa indicam a importância de os alunos assumirem uma atitude investigativa, que questiona o vivido para melhor compreendê-lo, que considera a prática da escrita como uma das instâncias fundantes da reflexão e produção do conhecimento e que valoriza o exercício do trabalho coletivo, como o compartilhamento da palavra e das experiências vividas.

Palavras-chave: Ensino. Extensão. Formação inicial. Pesquisa.


Palavras-chave


Ensino; Extensão; Formação inicial; Pesquisa

Texto completo:

PDF

Referências


Amorim, M. O pesquisador e seu outro: Bakhtin nas ciências humanas. São Paulo: Musa Editora, 2004.

Benjamin, W. Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. 3.ed. Brasília: Editora Brasiliense, 1996.

Chaluh, L.N. Entrelaçando culturas: formação, linguagem, coletividade, empoderamento. Rio Claro: Unesp, 2011a. (Projeto de pesquisa estágio pós-doutoral).

Chaluh, L.N. Futuros professores: um processo coletivo de formação. In: Grupo de Estudos dos Gêneros do Discurso. Questões de cultura e contemporaneidade: o olhar oblíquo de Bakhtin. São Carlos: Pedro & João Editores, 2011b.

Chaluh, L.N. Percursos formativos na formação inicial de professores. In: Chaluh, L.N. (Org.). Escola-Universidade: olhares e encontros na formação de professores. São Carlos: Pedro & João Editores, 2012.

Chaluh, L.N. et al. Alunos-pesquisadores no contexto escolar: troca de cartas no processo formativo. Comunicações, v.20, n.2, p.7-25, 2013. Disponível em: . Acesso em: 11 jan. 2014.

Fontana, M.I. A prática de pesquisa: relação teoria e prática no curso de pedagogia. 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2012.

Freire, P. À sombra desta mangueira. São Paulo: Olho D’Agua, 2005.

Freire, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 17. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

Freitas, M.T. A perspectiva sócio-histórica: uma visão humana da construção do conhecimento. In: Freitas, M.T.; Jobim e Souza, S.; Kramer, S. (Org.). Ciências humanas e pesquisa: leitura de Mikhail Bakhtin. São Paulo: Cortez, 2003. p.26-38. (Coleção Questões da nossa época, 107).

Garcia, R.L.; Alves, N. Conversa sobe pesquisa. In: Esteban, M.T.; Zaccur, E. (Org). Professora-pesquisadora: uma práxis em construção. Rio de Janeiro: DP&A, 2002. p.105-125.

Geraldi, C. A produção do ensino e pesquisa em educação. Estudo sobre o trabalho docente no curso de Pedagogia-FE/Unicamp. 1993. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1993.

Ginzburg, C. Olhos de madeira: nove reflexões sobre a distância. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

Jordão, R.S. A pesquisa-ação na formação inicial de professores:

elementos para a reflexão. 2004. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2012.

Kramer, S. Por entre as pedras: arma e sonho na escola. São Paulo: Ática, 2003.

Larrosa, J. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. In: Geraldi, C.M.G.; Riolfi, C.R.; Garcia, M.F. (Org.). Escola viva: elementos para a construção de uma educação de qualidade social. Campinas: Mercado de Letras, 2004. p.113-132.

Moraes, S.P.G. Do debate no interior da área de prática de ensino às questões centrais do processo de formação de professores. 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2012.

Nóvoa, A. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

Rausch, R.B. Concepções e experiências em pesquisa de licenciados em conclusão de curso. 2010. Disponível em . Acesso em: 10 fev. 2012.

Rausch, R.B. A reflexividade promovida pela pesquisa na formação inicial de professores. 2009. Disponível em: . Acesso em: 5 nov. 2011.

Rockwell, E.; Ezpeleta, J. Etnografia na pesquisa educacional. In: Ezpeleta, J.; Rockwell, E. (Org.). Pesquisa participante. São Paulo: Cortez, 1986. p.9-30.

Rosa, S.S.; Cardieri, E.; Taurino, M.S. Pesquisa e formação de professores: reflexões sobre a iniciação à pesquisa no curso de pedagogia, 2008. Disponível em: .

Acesso em: 5 nov. 2011.

Santos, L.L.C.P. Dilemas e perspectivas na relação entre ensino e pesquisa. In: André, M. (Org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. 6. ed. Campinas: Papirus, 2007. p.11-25. (Série Prática Pedagógica).

Velazquez, G.E.; Zamora, M.A.; García, S.E. El componente de la investigación en los institutos de formación docente: ¿Formar docentes investigadores o investigar con los docentes? 2000. Disponible en: . Acceso en: 10 fev. 2012.

Zeichner, K.M.; Liston, D.P. Formando “maestros reflexivos”. In: Alliaud, A.; Duschatzky, L. (Comp.). Maestros. Formación, práctica e transformación escolar. 2. ed. Buenos Aires: Miño y Dávila, 1998.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v22n1a3513

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.