Em busca de uma iconografia para a língua brasileira de sinais: um estudo histórico

Cássia Sofiato, Lucia Reily

Resumo


Este trabalho se propõe a analisar alguns aspectos da obra Iconographia dos signaes dos surdos-mudos, de Flausino José da Costa Gama, autor e ilustrador dessa obra, considerada o primeiro dicionário de língua brasileira de sinais, produzida em 1875. O intuito é revelar a importância que a referida obra teve na História da Educação dos Surdos e acompanhar o processo de Flausino da Gama em busca da elaboração e da constituição de uma iconografia para a língua de sinais no Brasil. A obra é composta por 382 sinais, excetuando-se a datilologia. Espera-se que por meio da análise dessa obra seja possível evidenciar os elementos visuais e lexicais que ainda hoje servem de baliza para a criação de obras do mesmo gênero.

 


Palavras-chave


Dicionário. Educação de surdos. Iconografia. Língua de sinais. Surdez.

Texto completo:

PDF

Referências


BANHAM, D. (Org.). Monasteriales indicia: the Anglo-Saxon monastic sign language. Pinner, Middlesex England: Anglo-Saxon Books, 1991.

BRASIL. Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Diário Oficial da União, 25 abr. 2002. p.23.

BRASIL. Decreto no 5.626, de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei 10.436 que dispõe sobre a Línguan Brasileira de Sinais - libras. Diário Oficial da União, 23 dez. 2005. p.28.

CENTER FOR RESEARCH LIBRARIES. Almanak Laemmert (1844-1889). [s.d]. Available from: . Cited: 13 Feb. 2011.

FERNANDES, E. Linguagem e surdez. Porto Alegre: Artmed, 2003.

FERREIRA, O.C. Imagem e letra: introdução à bibliografia brasileira. São Paulo: Melhoramentos, 1977.

GAMA, F.J. Iconographia dos signaes dos surdos-mudos. Rio de Janeiro: Tipografia Universal de E & S. Laemmert, 1875.

GOMBRICH, E.H. The uses of images: studies in the social function of art and visual communication. London: Phaidon Press, 2000.

KOJIMA, C.K.; SEGALA, S.R. Língua de sinais: a imagem do pensamento. São Paulo: Escala, 2001.

LEITE, T.R. Instituto dos surdos-mudos: relatório do director. Rio de Janeiro: INES, 1869.

LEITE, TR. Instituto dos surdos-mudos: relatório do director. Rio de Janeiro: INES: 1871.

PÉLISSIER, P. L. Enseignement primaire des sourds-muets mis a la portée de tout le monde, avec une iconographie des signes. Paris: A la Librairie de Paul Dupont, 1856.

REILY, L. O papel da igreja nos primórdios da educação dos surdos. Revista Brasileira de Educação, v.12, n.35, p.308-326, 2007.

SÁ, N.R.L. Educação de surdos: a caminho do bilinguismo. Niterói: EdUFF,1999.

SOARES, M.A.L. A educação do surdo no Brasil. Campinas: Autores Associados, 1999.

TURAZZI, M.I. Iconografia e patrimônio: o catálogo da exposição de história do Brasil e a fisionomia da nação. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 2009.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v16n2a33

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.