Ação sindical e educação profissional no contexto neoliberal

Patrícia Vieira Trópia

Resumo


Este trabalho discute as concepções disseminadas pelo sindicalismo brasileiro, em especial a Força Sindical, acerca da educação profissional. Esta central sindical apoiou a política neoliberal de qualificação profissional e difundiu a ideologia da “empregabilidade” para suas bases. Os documentos e fontes sindicais analisados mostram que há um discurso genérico em defesa da educação escolar, ainda que a ênfase seja dada à qualificação profissional. A Força Sindical critica o sistema público de educação, defende a qualificação profissional como solução para os problemas de curto (capacidade de ser contratado) e de longo prazos (inserção na nova ordem internacional) e propóe a substituição da escola pelos sindicatos.

Palavras-chave: Educação Profissional. Neoliberalismo. Sindicalismo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.