Ética, estética e educação ambiental

Andreia Aparecida Marin

Resumo


O desafio da educação ambiental exige, a cada dia, uma ressignificação do sentido de educar, que requer o reavivamento de dimensões não-racionais do humano. É preciso re-sensibilizar o humano, dando vazão à imaginação, criatividade, afetividade e sensibilidade estética e, ao mesmo tempo, despertar sua reflexividade e criticidade. No entanto, esses não são caminhos desconexos, uma vez que a experiência estética tem o poder de levar a um uma reconstrução de valores e ao despertar da ética da essência. Essa relação da ética e da estética, e os significados que ela pode ter para a educação ambiental, são motivos das reflexões desenvolvidas no presente trabalho, que passa pela teoria estética e pela ética, com Quintás, Dufrenne, Duarte, Schopenhauer e Maffesoli, e pela teoria crítica.

Palavras-chave: Ética. Estética. Educação Ambiental.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.