A simulação de eventos “indiscretos”: uma inovação no método didático para formar engenheiros com uma visão crítica sobre questões éticas

David Bianchini

Resumo


Este trabalho tem por objetivo apresentar um método de ensino aplicado na Faculdade de Engenharia Elétrica da PUC-Campinas, na disciplina Ética Profissional, denominado “Simulação de Eventos Indiscretos”. A simulação é vista aqui como reprodução ou representação do funcionamento de um processo no qual posições e decisões são exigidas, imitando uma situação real do mundo do trabalho. O adjetivo “indiscreto” prende-se ao espaço onde a questão “Ética” deve ser desvelada, gerando oportunidade à reflexão e ao posicionamento.  Partindo do pressuposto de que o processo do conhecimento não se limita ao pensar, raciocinar, medir, mas compreende percepção, emoção e ação, o método explora a simulação de situações em que o comportamento é questionável diante de referenciais da Moral e da Ética, previamente conceituados pelo docente. Como resultado, o aluno é instigado a ir além de simples definições e respostas decoradas, para atender tão somente as tradicionais avaliações, buscando o sentido e o significado da realidade para melhor apropriar-se dela.

Palavras-chave: Ética Profissional. Ensino de Engenharia. Aprendizagem Significativa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.