Os conteúdos televisivos presentes nos gostos e preferências infantis

Luciana Camurra, Teresa Kazuko Teruya, Regina Lucia Mesti

Resumo


Nesta investigação buscamos analisar a seguinte questão norteadora do nosso estudo: como as pesquisas da Teoria Crítica e da Psicanálise analisam a atuação da TV e sua provável interferência na formação e desenvolvimento da criança, com as sugestões de maneiras de ser e conceber o mundo? Na revisão bibliográfica sobre o tema, utilizamos estudos de perspectiva teórica da Teoria Crítica que analisa como a indústria cultural tem contribuído para padronizar e uniformizar os gostos, as preferências, as necessidades e o pensamento das crianças e jovens, pois ela se encarrega de difundir os valores éticos e estéticos que geram uma falsa participação na experiência social. Nesse contexto, a decisão sobre preferências e gostos de consumo apenas parece ser da própria criança. A revisão bibliográfica incluiu estudos da Psicanálise que analisa os conteúdos televisivos presentes nos gostos e nas preferências infantis. Por meio de entrevistas semi-estruturadas, realizadas com doze crianças de sete a dez anos, procuramos identificar quais conteúdos televisivos estão presentes nos gostos e preferências infantis.

Palavras-chave: Formação de Professores. Educação Escolar. Teoria Crítica e Psicanálise.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.