O currículo nos atravessamentos pós-modernos

Paula Corrêa Henning

Resumo


Querendo problematizar sobre o currículo escolar, o presente artigo tem intencionalidade de traçar as teorizações curriculares e suas implicações, ao longo da trajetória histórica, anunciando os atravessamentos de um tempo pós-moderno. Busca indagar sobre as posturas curriculares favorecedoras de pensares e fazeres marcadamente delimitados, buscando sempre um ideal de sujeito, de práticas, constituindo um binarismo pedagógico que legitima alguns fazeres e não outros. Investigar teorizações que vão compondo os entendimentos de currículo é propósito deste texto que busca nas teorias tradicionais, críticas e pós-críticas os estudos desenvolvidos sobre currículo, especialmente no Brasil. Na tentativa de provocar nosso pensamento, indaga conceções das teorizações críticas em Educação, problematizando as questões de saber e poder no território contestado do currículo escolar.

Palavras-chave: Educação. Pós-Modernidade. Teorias do currículo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.