Há uma epistemologia inexistencialista na Crítica da Razão Dialética? Um estudo sobre o método regressivo-progressivo

Ruslane Bião de Oliveira

Resumo


O objetivo deste trabalho não é oferecer uma resposta para o problema do método regressivo-progressivo, mas levantar o problema e sugerir uma investigação acerca da fragilidade do projeto existencialista. Assim, se Sartre busca, na Crítica da razão dialética, oferecer os fundamentos teóricos para o marxismo, a renúncia do projeto existencial torna-se presente quando a elaboração do método regressivo-progressivo suplanta a concepção de sujeito ontológico.

Palavras-chave: cogito, método, conhecimento, dialética, Sartre.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Bases de datos e repositórios

 


Reflexão

ISSNe 2447-6803 (eletrônico)

ISSN 0102-0269 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.