A leitura sartreana de Husserl: o capítulo 4º de L´imagination

Ildeu M. Coêlho

Resumo


A partir da leitura do quarto capítulo de L´imagination, este artigo mostra como Sartre vê a contribuição fundamental de Husserl para a constituição de uma nova teoria da imagem na qual as inovações metodológicas e de conteúdo são entendidas como inseparáveis. Ao radicalizar as idéias de Husserl, Sartre torna possível a constituição da psicologia fenomenológica e de uma nova ontologia, e se afirma como um autêntico husserliano.

Palavras-chave: conteúdo, inovação, método, radicalização da fenomenologia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Reflexão

ISSNe 2447-6803 (eletrônico)

ISSN 0102-0269 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.