Patrimônio industrial e instrumentos urbanos na cidade de São Paulo

Angela Rosch Rodrigues

Resumo


A partir do século XX a cidade de São Paulo teve seu desenvolvimento relacionado à industrialização, cujo patrimônio arquitetônico tem sido alvo de interesses conflitantes devido às demandas do setor terciário e imobiliário. Este trabalho aborda a relação entre a preservação do patrimônio industrial e as políticas de planejamento urbano, verificando como o tema tem sido incorporado pelos principais instrumentos de gestão da cidade. Para tanto, foram tomados como objeto de estudo os bairros da Lapa e Mooca, por conterem exemplos significativos da primeira fase de industrialização de São Paulo, com o objetivo de destacar a necessidade de compreender os remanescentes industriais, não como objetos isolados, mas em sua dimensão urbana.

Palavras-chave: Ambiente urbano. Patrimônio industrial. Preservação patrimonial. Uso do solo.


Palavras-chave


Ambiente urbano. Patrimônio industrial. Preservação patrimonial. Uso do solo.

Texto completo:

PDF

Referências


BAFFI, M.I.S. O IGEPAC-SP e outros inventários da divisão

de preservação do DPH: um balanço. Revista do

Arquivo Municipal, n.204, p.169-191, 2006.

COSSONS, N. The BP book of industrial archaeology.

London: David & Charles, 1978.

CURY, I. (Org.). Cartas patrimoniais. Rio de Janeiro:

IPHAN, 1999.

DONATO, H. 100 anos da Melhoramentos: 1890-1990.

São Paulo: Melhoramentos, 1990.

FENERICH, A.R.L. Preservação em São Paulo: análise

de procedimentos metodológicos. 2000. Dissertação

(Mestrado) — Faculdade de Arquitetura e Urbanismo,

Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

GRILLO, M.T.O. Industrialização e desindustrialização

no município de São Paulo. 1997. Dissertação (Mestrado)

— Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade

de São Paulo, São Paulo, 1997.

HARVEY, D. Condição pós-moderna: uma pesquisa

sobre as origens da mudança cultural. São Paulo:

Loyola, 1996.

INTERNATIONAL COMMITTE FOR THE CONSERVATION

OF THE INDUSTRIAL HERITAGE. Carta Niznhy

Tagil. 2003. Disponível em: <http://www.patrimonioindustrial.org.br/modules.php?name=News&file=arti

cle&sid=29>. Acesso em: 30 jan. 2010.

LANGENBUCH, J.R.A estruturação da grande São Paulo:

estudo de geografia urbana. Rio Janeiro: IBGE, 1971.

MENEGON, N.M. Planejamento, território e indústria:

as operações urbanas em São Paulo. 2008. Dissertação

(Mestrado) — Faculdade de Arquitetura e Urbanismo,

Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

RUFINONI, M.R. Preservação do patrimônio industrial

na cidade de São Paulo: o bairro da Mooca. 2004. Dissertação

(Mestrado) — Faculdade de Arquitetura e Urbanismo,

Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

SÃO PAULO (Cidade). Companhia do metropolitano de

São Paulo: metrô — estudo de alternativas de traçado —

Tramo Oeste — identificação dos bens culturais envolvidos

Diagnóstico. São Paulo: SMC/DPH, [197?a].

SÃO PAULO (Cidade). Galpões industriais significativos.

São Paulo: EMURB, [197?b].

SÃO PAULO (Cidade). Patrimônio ambiental zona metrô

leste. São Paulo: SMC/DPH, 1978.

SÃO PAULO (Cidade). Plano diretor estratégico do

município de São Paulo: lei nº13.430. São Paulo: SEMPLA,

SÃO PAULO (Cidade). Lei de uso e ocupação do solo: lei

nº 13.872. São Paulo: SEMPLA, 2004a.

SÃO PAULO (Cidade). Planos regionais estratégicos do

município de São Paulo: subprefeitura Lapa (PRES —

LA). São Paulo: SEMPLA, 2004b.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v0n15a885

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.