Planejando o território: a cidade como categoria social nos anos de 1950

Adriana Marcela Sánchez Ospina

Resumo


Este artigo aborda a pesquisa realizada por padre Lebret na Colômbia nos anos 1950. Mais especificamente, elabora um quadro reflexivo referente tanto à forma de elaboração da pesquisa, seus resultados, como sua repercussão no cenário político e acadêmico colombiano. Se tem como hipótese que a instabilidade do cenário político no período impediu uma ampla divulgação e implementação das considerações apontadas nos estudos de Lebret à este País. Reconhecendo ser de grande importância os estudos e cursos desenvolvidos por Lebret, que tiveram a cidade latino-americana como objeto de conhecimento, e considerando sua realidade e sua categoria social - ideia inserida na Escola de Humanismo - entende-se que suas ideias ainda são relevantes para a discussão da prática urbanística atual. Desta forma, o artigo divide-se em três partes: uma reflexão sobre o contexto político colombiano no período, a metodologia e pesquisa usada por Lebret dentro deste contexto e por fim, os resultados e sua aplicação.

Palavras-chave: Colômbia. Desenvolvimento humano. Lebret. Planejamento territorial.


Palavras-chave


Colômbia. Desenvolvimento humano. Lebret. Planejamento territorial.

Texto completo:

PDF

Referências


ANGELO, M.R. Les développeurs: Louis-Joseph Lebret

e a SAGMACS na formação de um grupo de ação para o

planejamento urbano no Brasil. Tese (Doutorado em

Arquitetura e Urbanismo) — Escola de Engenharia de

São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2010.

LEBRET, L.J. Introdução. In: LEBRET, L.J. Misión economia

y humanismo: estudio sobre las condiciones del

desarrrollo de Colombia. Bogotá: Imprenta Nacional,

PARK, R. A cidade: sugestões para a investigação do

comportamento humano no meio urbano. In: VELHO,

O. (Org.). O fenômeno urbano. Rio de Janeiro: Zahar,

p.26-67.

VALLADARES, L. Invenção da favela: do mito de origem

a favela. Rio de Janeiro: FGV, 2005.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v0n15a884

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.