Mapear pode fazer a diferença: geoinformação e políticas públicas de caráter territorial - Região Metropolitana de Campinas

Manoel Lemes da Silva Neto, Juliana Mara Presente Gomes

Resumo


A temática do presente artigo situa-se no campo das desigualdades socioespaciais, que objetivou
muitas pesquisas na área do planejamento urbano e regional no passado recente e continua tendo importância crucial. Utilizando recursos de georreferenciamento, apresenta os resultados obtidos em pesquisa que, a partir da simulação de indicadores demográficos sob a forma de índices compostos, identificou setores urbanos da Região Metropolitana de Campinas caracterizados por contextos socioespaciais díspares. Por isso, a hipótese de trabalho da pesquisa: o mapeamento é recurso analítico imprescindível para a implementação de políticas
públicas de caráter territorial; é fundamental para localização, dimensionamento e definição dos programas de equipamentos, serviços e infraestruturas urbano-regionais-metropolitanas.
PALAVRAS-CHAVE: Desigualdade socioespacial. Geoinformação. Gestão territorial. Planejamento urbano
e regional. Segregação.

Palavras-chave


Desigualdade socioespacial. Geoinformação. Gestão territorial. Planejamento urbano e regional. Segregação.

Texto completo:

PDF

Referências


BARCELLOS, C. et al. Georreferenciamento de dados

de saúde na escala submunicipal: algumas experiências

no Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v.17, n.1,

p.59-70, 2008. Disponível em: <http://scielo.iec.pa.gov.

br>. Acesso em: 28 nov. 2011.

BRASIL. Constituição (1988). Emendas constitucionais

de 5 de outubro de 1988. Disponível em: <http://www.

planalto.gov.br>.

BRASIL. Lei n-º 8.159, de 8 de janeiro de 1991. Dispõe sobre

a política social de arquivos públicos e privados e dá outras

providências. Diário Oficial da União, 9 jan. 1991. p.455.

BRASIL. Lei n-º 12.527 de 18 de novembro de 2011. Regula

o acesso à informação previsto no inciso XXXIII do art. 5º,

no inciso II do § 3º do art. 37. Diário Oficial da União, 18

nov. 2011. Seção 1, p.1.

CÂMARA, G.; DAVIS, C.; MONTEIRO, A.M.V. Introdução

à ciência da geoinformação. São José dos Campos: INPE,

Disponível em: .

Acesso em: 1 set. 2011.

CARVALHO, G.A.; LEITE, D.V. Geoprocessamento na

gestão urbana municipal: a experiência dos municípios

mineiros Sabará e Nova Lima. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO

DE SENSORIAMENTO REMOTO, 14., 2009,

Natal. Anais... Natal: INPE, 2009. p.3643-3650.

CENTRAL Intelligence Agency. Country comparison: infant

mortality rate. The World Factbook. Available. from: <https://

www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/

rankorder/2091rank.html>. Cited: 5 Jul. 2010.

FRÚGOLI JUNIOR, H. São Paulo, um espaço do cidadão

privado. Vitruvius, 001.10, ano 1, 2002. Disponível em:

. Acesso em: 18 jul. 2010.

JAGUARIBE, H. No limiar do século 21. Folha de São Paulo,

ago. 2008. Primeiro caderno — Tendências/Debates.

JANNUZZI, P.M. Indicadores sociais no Brasil: conceitos,

fontes de dados e aplicações. 3.ed. Campinas: Alínea, 2006.

LACOSTE, Y. A geografia serve antes de mais nada para

fazer a guerra. [s.l.]: [s.n.], [1976?].

LACOSTE, Y. A geografia: isso serve, em primeiro lugar,

para fazer a guerra. Campinas: Papirus, 1988.

MAMEDE, M.M.; SILVA NETO, M.L. Análise do impacto

da criação da região metropolitana de Campinas no planejamento

urbano e uso do solo dos municípios integrantes

da região. In: SIMPÓSIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA,

, 2010, Campinas. Resumos... Campinas: PUC-Campinas,

NUNES, B.F. Apresentação. In: NUNES, B.F. (Org.).

Sociologia de capitais brasileiras: participação e planejamento

urbano. Brasília: Líber Livro, 2006. p.7-10.

PROGRAMA das Nações Unidas para o Desenvolvimento

(Brasil). Jovens fazem mapa social de região pobre. Reportagens,

abr. 2006. Disponível em: <http://www.pnud.

org.br>. Acesso em: 28 nov. 2011.

RIBEIRO, A.C.T. Presenças recusadas: territórios populares

em metrópoles brasileiras. In: NUNES, B.F. (Org.).

Sociologia de capitais brasileiras: participação e planejamento

urbano. Brasília: Líber Livro, 2006. p.11-33.

ROLNIK, R. A cidade e a lei: legislação, política urbana e

territórios na cidade de São Paulo. 3.ed. São Paulo: Studio

Nobel, 2003.

ROUSSEAU, J.J. Discurso sobre a origem e os fundamentos

da desigualdade entre os homens. São Paulo: Ediouro, 1994.

SALES, T. Trama das desigualdades, drama da pobreza

no Brasil. 1992. Tese (Livre-Docência) — Instituto de

Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de

Campinas, Campinas, 1992.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v0n14a779

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.