Conhecimento geométrico e modelagem algorítmico‑paramétrica: um experimento prático‑pedagógico sobre o processo projetual | Geometric knowledge and algorithmic‑parametric modelling: A practical‑pedagogical experiment about design process

Fernando Tadeu de Araujo Lima, Ricardo Ferreira Lopes, José Gustavo Francis Abdalla

Resumo


Este artigo pretende contribuir para a discussão sobre a importância de um repertorio de conhecimento geométrico, visando uma utilização mais frutífera de recursos algorítmico‑paramétricos no processo de projeto. Assim, este texto descreve os procedimentos e analisa os resultados obtidos por meio de uma experiência pratica realizada com alunos de graduação em Arquitetura e Urbanismo, que trabalharam em um workshop cujo objetivo foi o de conceber e fabricar digitalmente um minipavilhão/expositor de maquetes. Portanto, este paper descreve um método exploratório e experimental para estudar o processo de projeto e, com isso, permitir observar e analisar, desde a concepção até a execução de um produto final, as possibilidades de associação entre conhecimento geométrico e tecnologias digitais de suporte projetual. Como conclusão, tem‑se evidencias nas relações entre o conhecimento da Geometria e a tomada de decisão em projeto, ainda que este seja mediado por recursos computacionais.


Palavras-chave


Geometria. Modelagem algorítmico‑paramétrica. Projeto.

Texto completo:

PDF

Referências


BARKI, J. O risco e a invenção: um estudo sobre as notações gráficas de concepção no projeto. 2003. 270f. Tese (Doutorado em Urbanismo) — Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2003.

BATLLE, A.O. O papel do desenho na formação e no exercício profissional do arquiteto: conceitos e experiências. 2011. 202f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) — Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

CELANI, G. LAPAC 2006‑2013: laboratório de automação e prototipagem para arquitetura e construção. Campinas: Unicamp, 2013.

EVANS, R. The projective cast: Architecture and its three geometries. Cambridge: MIT Press, 1995. p.xxxii

HENDERSON, W. A Resolução Industrial. São Paulo: Editora USP, 1979.

HUBERMAN, L. História da riqueza do homem. Rio de Janeiro: Zahar, 1962.

JORDAN, R. Western architecture. London: Thames and Hudson, 1969. p.244.

KILKELLY, M. 5 razoes para arquitetos aprenderem programação. Archdaily, 2015. Disponível em: . Acesso em: 7 abr. 2015.

KOYRE, A. Do mundo fechado ao universo infinito. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1979.

LABORATORIO DE MODELOS E FABRICACAO DIGITAL. Workshops. Rio de Janeiro: UFRJ, c2018. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2018.

LIMA, F. Métricas urbanas: sistema (para)métrico para análise e otimização de configurações urbanas de acordo com métricas de avaliação de desempenho. 2017. 236f. Tese (Doutorado em Urbanismo) — Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.

LIMA, F.; CAMPELLO, M.; LOPES, R. Explorando métodos de representação e simulação na etapa conceptiva no processo de projeto arquitetônico: analise de um caso de estudo. Cadernos PROARQ, v.1, n.27, p.89‑103, 2017.

MITCHELL, W.; McCULLOUGH, M. Digital design media. New York: Van Nostrand Reinhold, 1991.

PICON, A. Foreword. In: TERZIDIS, K. Algorithmic architecture. New York: Routledge, 2006.

POTTMANN, H. et al. Architectural geometry. Exton: Bentley Institute Press, 2007.

SCHEER, D. The death of drawing: Architecture in the age of simulation. New York: Routledge, 2014.

TERZIDIS, K. Algorithmic architecture. New York: Routledge, 2006.

USHER, A. Uma história das invenções mecânicas. Campinas: Pairus, 1993.

WOODBURY, R. Elements of parametric design. New York: Routledge, 2010.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v16n1a4020

Apontamentos



Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.