Notas para uma narrativa do desamparo na arquitetura | Notes for a narrative on architecture helplessness

Lais Bronstein

Resumo


O presente texto e parte de uma pesquisa mais ampla destinada a decifrar arquiteturas e espaços urbanos que tem o desemparo e o mal‑estar como impulso criador. Busca‑se neste ensaio delinear uma narrativa que acolha esses fenômenos, analisando estudos e autores que trabalham com chaves interpretativas afins. Inicialmente foram tratados os conceitos de Unheimlich (inquitetante) e Unbehagen (mal‑estar) de Sigmund Freud. O suporte teórico momentâneo ai encontrado permitiu também estabelecer certa cumplicidade com algumas inquietacoes de Anthony Vidler, expostas em seus livros The Architectural Uncanny e Warped Spaces. Por fim, foram incluídas as constelações e demais considerações epistemológicas e metodológicas de Walter Benjamin, mais especificamente aquelas tratadas no estudo sobre o Barroco Alemão.


Palavras-chave


Desamparo. Mal‑estar. Teoria da arquitetura.

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, W. Origem do drama barroco alemão. São Paulo: Brasiliense, 1984.

BENJAMIN, W. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1987. (Obras escolhidas, v.1).

BENJAMIN, W. Rua de mão única. São Paulo: Brasiliense, 2011. (Obras escolhidas, v.2).

BENJAMIN, W. Escritos sobre mito e linguagem. São Paulo: Editora 34, 2013.

CHOAY, F. Alberti e Vitruvio: empréstimos superestruturais. In: CHOAY, F. A regra e o modelo. São Paulo: Perspectiva, 1980. p.127‑135.

DUNKER, C.I.L. Mal‑estar, sofrimento e sintoma: uma psicopatologia do Brasil entre muros. São Paulo: Boitempo, 2016. p.192.

FREUD, S. O Inquietante (1919). In: SOUZA, P. C. (Org.). Sigmund Freud: obras completas. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. p.247‑311. v.14

FREUD, S. O mal‑estar na cultura. Porto Alegre: L&PM, 2013.

GAGNEBIN, J.M. História e narração em Walter Benjamin. São Paulo: Perspectiva, 1999.

HANSEN, J.A. Alegoria: construção e interpretação da metáfora. São Paulo: Hedra, 2006.

NESBITT, K. Anthony Vidler: uma teoria sobre o estranhamente familiar. In: NESBITT, K. Uma nova agenda para a arquitetura. São Paulo: Cosac Naify, 2006. p.617‑618. Apresentação.

SELIGMANN‑SILVA, M. A cultura ou a sublime guerra entre amor e morte. In: FREUD, S. Mal‑estar na cultura. Porto Alegre: L&PM, 2013. p.21‑38.

SOLA‑MORALES, I. Liquid architecture. In: DAVIDSON, C. (Ed.). Anyhow. Cambridge: MIT Press, 1997.

VIDLER, A. The Architectural uncanny: Essays in the modern unhomely. Cambridge: MIT Press, 1992.

VIDLER, A. Warped space: Art, architecture and anxiety in modern culture. Cambridge: MIT Press, 2001.

VITRUVIO. Tratado de arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

VVAA. Atlas Walter Benjamin. Madrid: Círculo de Bellas Artes, 2014.

WARBURG, A. Atlas mnemosyne. Madrid: Akal, 2010.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v15n2a3991

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.