Plano diretor de Campinas: o futuro incerto das águas

Ari Vicente Fernandes

Resumo


A recente produção de novos Planos Diretores ou de revisão dos existentes é atualmente um marco importante da administração pública no Brasil. Ainda está por ser feita uma avaliação mais detalhada dessa produção que deve ter envolvido cerca de mil municípios em todo o Brasil, no ano de 2006. Este artigo trata de alguns resultados desse processo na cidade de Campinas (SP) e suas conseqüências regionais no que se refere ao manejo de recursos hídricos e áreas de proteção ambiental, propondo um anel verde metropolitano.

PALAVRAS- CHAVE: recursos hídricos, planejamento urbano, Plano Diretor.


Palavras-chave


recursos hídricos, planejamento urbano, Plano Diretor.

Texto completo:

PDF

Referências


FERNANDES, A. V. Urbanização versus recursos hídricos na Bacia do Piracicaba. São Paulo, 2004. Tese (Doutorado) –

Faculdade de Arquitetura, Universidade de São Paulo.

SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.