O arquiteto e urbanista Harry Cole

Maria Cecilia de Lucchese

Resumo


O arquiteto brasileiro Harry James Cole teve uma trajetória profissional que acompanhou o desenrolar do planejamento urbano no Brasil nas décadas de 1960 e 1970. Este artigo traz um breve panorama de sua carreira, seu envolvimento na concepção do Serviço Federal de Habitação e Urbanismo (SERFHAU) e seu escritório de projetos. É fruto de minha pesquisa de doutorado no Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo, ainda não concluída.

Palavras-chave: planejamento urbano, Harry Cole, SERFHAU, plano de desenvolvimento integrado, planejamento urbano britânico.

Palavras-chave


planejamento urbano, Harry Cole, SERFHAU, plano de desenvolvimento integrado, planejamento urbano britânico.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, L. A. G. de.Política Urbana no Brasil: o Paradigma,

a organização e a política. São Paulo, Estudos

Cebrap, out/dez. 1976, p.119-48.

CARDOSO, A. L. Construindo a utopia: urbanismo e

modernidade no Brasil. Rio de Janeiro, 1988. Disserta-

ção (Mestrado) – IPPUR da Universidade Federal do

Rio de Janeiro.

CINTRA, A. O. Planejando as cidades: política e nãopolítica.

In: CINTRA, A. O., HADDAD, P. R. (orgs.)

Dilemas do planejamento urbano e regional no Brasil.

Rio de Janeiro: Zahar, 1978. p.169-253.

CHERRY, G. E. The Evolution of British Town Planning.

London: Leonardo Hill Books, 1974.

COLE, H. J. Desenvolvimento metropolitano integrado

no Brasil. In: SERFHAU. Áreas metropolitanas e desenvolvimento

integrado no Brasil. Rio de Janeiro, Minter/

SERFHAU/SENAM, 1967.

_____. Regionalização dos governos locais: o caso do

Canadá. Rio de Janeiro, IBAM, Revista de Administração

Municipal-RAM, n.16, p.527-31, set./out. 1969.

CULLINGWORTH, J. B., NADIN, V. Town and Country

Planning in Britain. London: Routledge, 1994.

HOLFORD, W. Problemas e perspectivas de Brasília. Rio

de Janeiro, Revista Módulo, v.3, n.17, p.2-3, abril 1960.

JOHNSON-MARSHALL, P. Comprehensive Development

Areas. London, Revista Architectural Design,

tomo de 1956, p.144-58, 1956.

JORDAN, R. F. L.C.C. New Standards in Official Architecture.

The Architectural Review, v.120, n.718, nov. 1956.

JORNAL DO COMÉRCIO. Grupos de Trabalho (12)

Preparam Plano do Recife Metropolitano. Recife,

/09/1961.

LUCCHESE, M. C. Curam-se cidades: uma proposta

urbanística da década de 70. São Paulo, 2004. Dissertação

(Mestrado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

da Universidade de São Paulo.

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO E COORDENA-

ÇÃO GERAL. Plano Decenal de Desenvolvimento Econômico

e Local. Rio de Janeiro: MPCG, 1967.

MUMFORD, E. The CIAM Discourse on Urbanism – 1928-

Cambrigde-MA/London: The MIT Press, 2000.

SILVA, L. História do urbanismo no Rio de Janeiro: administração

municipal, engenharia e arquitetura dos anos

à ditadura Vargas. Rio de Janeiro: E-papers, 2003.

STEINBERGER, M. Planejamento Local Integrado: uma

fase necessária ao Desenvolvimento Urbano Planejado.

Rio de Janeiro, 1976. Dissertação (Mestrado) – COPPE

da Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.