Conceito e método: análise do concurso Europan em Osdorp, Holanda

Julia Spinelli, Leandro Medrano

Resumo


Surgidos em 1988, os concursos Europan estimulam a iscussão arquitetônica e urbana a respeito dos novos modos de morar e das novas formas de urbanidade. Embora exista há pouco menos de duas décadas, o concurso já acumulou um histórico que permite analisar a qualidade dos projetos e as ideias bastante arrojadas que os presidiram. O primeiro concurso Europan, realizado em 1989, foi o resultado da ampliação, para toda a Europa, dos concursos do Programme d’Architecture Nouvelle, francês, promovidos pelo Instituto Nacional de Arquitetura da França e voltados para jovens arquitetos. O Programme d’Architecture Nouvelle tinha como princípio promover o debate de arquitetura e urbanismo no país através da implementação de arquiteturas inovadoras por uma geração
de arquitetos jovens e apresentava-se como vanguarda na discussão arquitetônica que contestava os resultados do longo domínio do ideário da arquitetura moderna nas cidades europeias, no período que já trazia publicações paradigmáticas como Morte e vida de grandes cidades, A arquitetura da cidade e Aprendendo com Las Vegas. Este artigo busca apresentar o concurso e suas bases, conceitos e modelos e faz uma análise de um projeto para Osdorp, na Holanda, vencedor do Europan 4.
Palavras-chave: Concursos de arquitetura. Habitação coletiva. Habitação de interesse social.

Palavras-chave


Concursos de arquitetura. Habitação coletiva. Habitação de interesse social.

Texto completo:

PDF

Referências


Arons en Gelauff. Projects office. Available from:

. Cited: 1 May

Europan. Europan 9 Rules. Disponível em: <www.

europan-europe.com>. Acesso em: 5 nov. 2006.

Europan Europe. Implementations. Available

from: . Cited: 1 May

Europan Europe. Winner projects (1998-2010).

Available from: . Cited:

May 2007.

Europan Nederland. Implementations; winner

projects; rules; jury comments. Available from: <www.

europan.nl>. Cited: 1 May 2007.

García-Herrera, A. La lozana disciplina. Madrid,

p.16-28. (Av Monografias, n.83).

Ibelings, H.; Koekebakker, O. Europan 8: European

Urbanity and Strategic Projects. Rotterdam: NAi

Publishers, 2006.

Jacobs, J. Morte e vida de grandes cidades americanas.

São Paulo: Martins Fontes, 1961.

Lootsma, B. Innovación y diferencia: arquitectura y

urbanismo holandeses de los noventa. Madrid, 1997.

p.19-26. (Arquitectura Viva, n.54).

Meggelen, b. v. foreword.In: Ibelings, H; Koekebakker,

O. (coord.). Europan 8: European Urbanity and

Strategic Projects. Rotterdam: NAi Publishers, 2006,

p.4-7.

Merino, D. Nueve más uno: retrato de una generación

emergente. Madrid: Arquitectura Viva SL, 1997. p.32-

(Arquitectura Viva, n.54).

Mestre, J. Conversación con Adriaan Geuze. Madrid,

p.53-57. (Quaderns, n.228).

Moreno, C.D., Grinda, E.G. Redefiniendo lãs Herramientas

de la Radicalidad [Una conversación con Winy

Mass, Jacob van Rijs y Nathalie de Vries]. Madrid,

p.6-23. (El Croquis, n.111).

Mozas, J.; Per, A.F. Densidad: Nueva vivienda colectiva.

Vitória-Gasteiz: a+t, 2006.

Oosterman, A. The social recapture of the city. Rotterdam:

Uitvegers, 2004. (Europan Implementations).

Pieters, D. Fanciful eruption: 112 housing units, 112

parking spaces, 1.200m² business in Osdorpplein,

Amsterdam. Athens: Ultimetly Books, 2003. (Europan

Implementations, v.18).

PUCA. Thème: Europan. 2000. Available from: <http://

www.archi.fr/PUCA-CCH>. Cited: 9 Mar. 2007.

Reboir, D. Negotiated ideas. In: Reboir, D.; Bonnat,

F. (Coord.). Europan 1 to 6 Implementations.Paris,

p.10-13.

Reboir, D.; Bonnat, F. (Coord.). Europan 1 to 6 Implementations.

Paris, 2006.

Rossi, A. A arquitetura da cidade. São Paulo: Martins

Fontes: 1966.

Santos, V. C. Concursos de arquitetura em São Paulo.

São Paulo, 2002. Dissertação (Mestrado) - Faculdade

de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo,

São Paulo, 2002.

Venturi, R.; Brown, D.S.; Izenour, S. Aprendendo

com Las Vegas. São Paulo: Cosac Naify, 1977.

VOS, E. Europan 4: constructing the town upon the

town - transformation of contemporary urban sites.

Rotterdam: NAi Publishers, 1996.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.