O New Urbanism e a linguagem de padrões de Christopher Alexander

Danila Martins de Alencar Battaus

Resumo


O New Urbanism, movimento urbanístico que se desenvolveu na década de 1990 nos Estados Unidos, incorporou, dentre suas práticas, alguns pressupostos presentes em referências anteriores como, por exemplo, em projetos de autoria do arquiteto Christopher Alexander. Nesse sentido, o presente estudo propõe-se analisar as semelhanças existentes entre os projetos de novos bairros e recuperação de áreas degradadas do New Urbanism e as formulações teóricas de Alexander na Linguagem de Padrões. Assim, este trabalho analisa, de um lado, a obra A Pattern Language, de 1977, que reúne componentes estabelecidos pelo autor como padrões que asseguram o êxito de projetos e a interlocução entre arquiteto e usuário, e, de outro, os pressupostos do New Urbanism e sua aplicação em projetos apresentados por Peter Katz no livro The New Urbanism: toward an architecture of community, de 1994. Introduz-se uma breve reflexão sobre a atuação profissional de Christopher Alexander, no que diz respeito a processos participativos e padrões de escala das cidades, por ele apontados e, na sequência, discutem-se os princípios do New Urbanism, o que permite, portanto, a contextualização das semelhanças e assimetrias entre ambas as teorias e realizações.

PALAVRAS-CHAVE: Christopher Alexander. Linguagem de padrões. New urbanism.


Palavras-chave


Christopher Alexander. Linguagem de padrões. New urbanism.

Texto completo:

PDF

Referências


ALEXANDER, C. Notes on the synthesis of form. Cambridge: Harvard University Press, 1964.

ALEXANDER, C. A city is not a tree. Architectural Forum, v.122, n.1, p.58‑62, 1965.

ALEXANDER, C.; CHERMAYEFF, S. Community and privacy: Toward a new architecture of huma‑

nism. Harmondsworth: Penguin, 1966.

ALEXANDER, C. et al. The oregon experiment. New York: Oxford University Press, 1975.ALEXANDER, C.; ISHIKAWA, S.; SILVERSTEIN, M. A pattern language: Towns, buildings, construc‑

tion. New York: Oxford University Press, 1977.

ALEXANDER, C.; DAVIS, H.; MARTINEZ, J.; CORNER, D. The production of houses. New York: Oxford

University Press, 1985.

ALEXANDER, C.; NEIS, H.; ALEXANDER, M. M. The battle for the life and beauty of the earth. New

York: Oxford University Press, 2012.

ALEXANDER, C.; ISHIKAWA, S.; SILVERSTEIN, M. Uma linguagem de padrões: A pattern language.

Porto Alegre: Bookman, 2013.

BATTAUS, D.M.A. Desenvolvimento de comunidade: processo e participação. 2005. Tese (Doutorado

em Arquitetura e Urbanismo) — Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São

Paulo, São Paulo, 2005.

COMERIO, M.C. Design and Empowerment: 20 years of community architecture. Revista Built

Environment, v.13, n.1, p.15‑28, 1987.

DI BIAGI, P. I classici dell’urbanistica moderna. Roma: Donzelli Editore, 2002.

GRABOW, S. Christopher Alexander: The search for a new paradigm in architecture. Boston: Oriel

Press, 1983.

KATZ, P. The new urbanism: Toward na architecture of community. New York: McGraw Hill, 1994.

MACEDO, A.C. A carta do novo urbanismo. Vitruvius, São Paulo, mar. 2007. Disponível em: <http://

www.vitruvius.com.br>. Acesso em: 29 abr. 2013.

QUEIROZ, M. O experimento com a escola de música da UFBA: um processo participativo utilizando

a linguagem de padrões de Christopher Alexander. Cadernos PPG‑AU/UFBA, v.3, n.1, 2004. Dispo‑

nível em: . Acesso em: 22 maio 2012.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v12n1a2716

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.