John Ruskin e as pedras de Veneza

Claudio Silveira Amaral

Resumo


John Ruskin, crítico de arte inglês do século XIX, criou uma metodologia para o projeto de arquitetura com base em uma filosofia da Natureza, cuja ética é similar à de uma política da ajuda mútua, na qual cada elemento natural é dependente de outro na busca de uma situação de equilíbrio. Segundo essa lógica, Ruskin estruturou diversos temas, influenciando, com isso, intelectuais de sua época e de outras, como o escritor Marcel Proust, os arquitetos Frank Lloyd Wright e Le Corbusier, assim como o político intelectual brasileiro Rui Barbosa, que utilizou a lógica ruskiniana para compor sua Reforma do Ensino Primário, considerada o primeiro projeto de industrialização do Brasil. Ruskin, diferentemente do que atesta a historiografia da Arquitetura Moderna, foi um moderno e não um neogótico medievalista, pois seu  trabalho se estruturou a partir de algumas das categorias da modernidade, como a lógica e a razão.

PALAVRAS-CHAVE: Arquitetura. História. Metodologia.


Palavras-chave


Arquitetura. História. Metodologia.

Texto completo:

PDF

Referências


ARGAN, G.C. Arte moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

ARANTES, O. Urbanismo em fim de linha. São Paulo: Edusp, 1998.

GOMBRICH, E.H. A história da arte. 2.ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

GRENZ, J.S. Pós modernismo, um guia para entender a filosofia de nosso tempo. São Paulo: Vida

Nova, 2008.

PEVSNER, N. Historia de lãs tipologias arquitectónicas. Barcelona: Gustavo Gili, 1979.

RUSKIN, J. The stones of Venice. London: Library Edition, 1853. v.2.

RUSKIN, J. The seven lamps of architectures. London: George Allen, 1890.

RUSKIN, J. The stones of Venice. London: George Allen, 1904. v.1-3.

RUSKIN, J. Modern painters. London: George Allen, 1905. v.5.

RUSKIN, J. The seven lamps of architecture. London: JMDent & Sons Ltd., 1921.

VIOLLET-LE-DUC, E.E. Dictionnaire Raisonné de l’architecture française du XI au XVI siècle. Paris:

A. Morel Éditeur, 1867.

VIOLLET-LE-DUC, E.E. Lectures on architecture. New York: Dover Publications, 1987.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v12n2a2400

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.