Fragmento e todo: duas imagens urbanas entre oriente e ocidente, c. 1600

Pedro Paulo Palazzo

Resumo


Este artigo analisa as formas de representação de cidades em duas ilustrações produzidas por volta de 1600: a gravura de Macau, por Theodor de Bry, e a vista de Quioto, atribuída a Iwasa Katsumochi Matabei. Investiga-se a relação entre formas de representação fragmentária e global em ambas as imagens. A gravura europeia da cidade retrata o espaço urbano como um todo, enquanto a pintura japonesa representa uma série de fragmentos separados por nuvens douradas. Entretanto, a imagem global da figura europeia é fragmentada pela multiplicidade de perspectivas concomitantes, ao passo que o biombo japonês tem uma ordem global subjacente gerada pela projeção cavaleira. Em ambos os casos, há interação entre olhares fragmentados e uma visão de conjunto que se relacionam de modos variados.

PALAVRAS-CHAVE: Cidade oriental. Fragmento. Funaki. Iconografia. Iwasa Katsumochi Matabei. Theodor de Bry.


Palavras-chave


Cidade oriental. Fragmento. Funaki. Iconografia. Iwasa Katsumochi Matabei. Theodor de Bry.

Texto completo:

PDF

Referências


BELLIN, N. Grundriß der stadt meaco. Leipzig: Merkur, 1758.

BRAUN, G.; HOGENBERG, F. Civitates orbis terrarum. Cologne: [s.n.], 1593.

BRY, J.T.; BRY, J.I. Indiae orientalis pars octava. Frankfurt: Johann Theodor de Bry, 1607.

FUJITA, M.; KOGA, S. Nihon kenchiku shi. To-kyo-

: Sho-wado-

, 1999.

GUTH, C. Japanese art of the edo period. London: Calmann and King, 1996.

HOLANDA, F. O espaço de exceção. Brasília: UnB, 2002.

KITA, S. The last Tosa: Iwasa Katsumochi Matabei, Bridge to Ukiyo-e. Honolulu: University of

Hawai’i Press, 1999.

LACH, D.F. Asia in the making of Europe. Chicago: University of Chicago Press, 1965.

LEFAIVRE, L.; TZONIS, A. Architecture of regionalism in the age of globalization: peaks and valleys in

the flat world. Abingdon: Routledge, 2012.

MASON, P.E. History of japanese art. New York: Abrams, 1993.

NEIVA, S.L.G. Calçados sobre tatami: a ilegilidade das cidades japonesas. Vitruvius, 041.01, ano 4,

Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2006.

PALAZZO, C.L. Entre mitos, utopias e razão: os olhares franceses sobre o Brasil (séculos XVI a XVIII).

ed. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2010.

PAVIA, R. L’idea di città XV-XVIII secolo. Milano: Franco Angeli, 1982.

SANTOS, D. A reinvenção do espaço: diálogos em torno da construção do significado de uma categoria.

São Paulo: Unesp, 2002.

SMITH, H.D. Tokyo and London: comparative conceptions of the city. In: CRAIG, A.M. (Org.) Japan:

a comparative view. Princeton: Princeton University Press, 1979. p.49-99.

TOTMAN, C.D. Early modern Japan. Berkeley: University of California Press, 1993.

ZUCKER, P. Town and square: from the agora to the Village Green. Cambridge: MIT Press, 1970.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v10n1a1928

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.