Gestão do patrimônio urbano e edificado nos centros históricos das cidades de Campinas e Santos

Maria Cristina da Silva Schicchi

Resumo


A pesquisa apresenta e discute as condições atuais de edifícios e conjuntos urbanos históricos nos centros das cidades de Campinas e Santos sob dois enfoques: analise dos usos dados aos edifícios ao longo do tempo e das formas de gestão do patrimônio edificado, a luz das transformações urbanas ocorridas nos centros. Como resultado buscou‑se uma compreensão mais geral sobre quais fatores podem promover mudanças qualificadoras nessas áreas centrais. Foi possível demonstrar como os procedimentos de preservação foram se tornando parte dos processos de gestão urbana desses centros, a partir da analise das discussões dos conselhos de preservação, das intervenções urbanas e da leitura dos processos de tombamento de cada um dos edifícios. Buscou‑se ainda analisar a participação dos agentes envolvidos nas decisões e os impactos ou efeitos esperados das intervenções, para alguns aspectos, de forma comparativa, tendo em vista a discussão de novos parâmetros de preservação urbana.

Palavras-chave : Centros históricos. Gestão urbana. Áreas envoltarias.


Palavras-chave


Centros históricos. Gestão urbana. Áreas envoltarias.

Texto completo:

PDF

Referências


Andrade, A.L.D. Departamento de Patrimônio Histó‑

rico e Artístico Nacional. Serviço Público Federal. Pare‑

cer Relativo ao oficio n.144 de 17/04/85 referente ao

Palácio dos Azulejos. In: Campinas. Prefeitura Muni‑

cipal de Campinas. Secretaria Municipal de Cultura

Esportes e Turismo. Coordenadoria Setorial do Patri‑

mônio Cultural. Centro de Documentação. Processo de

Tombamento n. 004/88, Palácio dos Azulejos. Disponível

em: <http://www.campinas.sp.gov.br/cultura/patrimo‑

nio — Biblioteca Jurídica>. Acesso em: 20 fev. 2007.

Arantes, P.F. As políticas Urbanas do Banco Mundial

e do BID: coerção, consentimento e internalização da

dominação. In: Gitahy, M.L.; Lira J.T.C. (Org.).

Cidade: impasses e perspectivas. São Paulo: AnnaBlume/

Fupam, 2007. v.1, p.68‑83.

Azevedo, P.O. Por um inventário do patrimônio cultu‑

ral brasileiro. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico

Nacional, n.22,1987.

Bexiga, C.; SCHICCHI, M.C. Relatório de Pesquisa

Cidades paulistas: reabilitação de centros históricos

para habitação. O caso da cidade de Santos. Campinas:

PUC‑Campinas, 2006. 80p.

Braga, P.M.; Schicchi, M.C.S. Catedral Metropoli‑

tana de Campinas: quando um edifício contempla a

história da cidade. Revista cpc — usp, v.3, p.1‑16,

Disponível em: .

Acesso em: 10 fev. 2007.

Brasil. Presidência da República, Casa Civil. Consti‑

tuição da República Federativa do Brasil de 1988. Dis‑

ponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/

Constituicao/Constitui%C3%A7ao.htm>. Acesso em:

fev. 2007.

Campinas. Secretaria Municipal de Cultura,

Esporte e Turismo de Campinas. Conselho de

Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campi‑

nas. Relatório Comissão Relatora designada para

análise dos inventários dos edifícios e bens para pre‑

servação, nas áreas envoltórias dos edifícios: Palácio

dos Azulejos, Catedral Metropolitana, Solar do Vis‑

conde de Indaiatuba, Solar do Barão de Itapura e

Capela Nossa Senhora da Boa Morte. Processo de

Tombamento n. 004/88, Palácio dos Azulejos. Campi‑

nas, 1988a.

Campinas. Prefeitura Municipal de Campinas. Coor‑

denadoria Setorial do Patrimônio Cultural (CSPC/CD).

Centro de Documentação. Resolução nº 001 de 19 de

dezembro de 1988b. Diário Oficial do Município,

Campinas, 29 dez. 1988, p.11. Disponível em:

<http://2009.campinas.sp.gov.br/bibjuri/r191288.

htm>. Acesso em: 8 fev. 2007.

Campinas. Prefeitura Municipal de Campinas. Coor‑

denadoria Setorial do Patrimônio Cultural (CSPC/CD).

Centro de Documentação. Lei nº 6061 de 13 de junho

de 1.989. Diário Oficial do Município, 1989. Disponí‑

vel em: <http://2009.campinas.sp.gov.br/bibjuri/

lei6061.htm>. Acesso em: 8 fev. 2007.

Campinas. Prefeitura Municipal de Campinas

Decreto nº 10.024 de 06/05/1991. “Dispõe sobre a

regulamentação das áreas envoltórias de bens tomba‑

dos pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural

de Campinas, e cria, as zonas de preservação corres‑

pondentes”. Diário Oficial do Município, Campinas, 7

maio 1991, p.2. Campinas, 1991. Disponível em:

<http://2009.campinas.sp.gov.br/bibjuri/dec10424.

htm>. Acesso em 5 fev. 2007.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS MUNICÍPIOS.

Disponível em: <http://www.cnm.org.br/perfil/br_per‑

fil.asp>. Acesso em: 10 set. 2009.

Gutmann, C.S. Cidades paulistas: reabilitação de cen‑

tros históricos para a habitação. Estudo de Caso de Cam‑

pinas. Relatório Final de Pesquisa Bolsa Iniciação

Científica. Campinas: PUC‑Campinas, 2005. 170p.

MINISTÉRIO DAS CIDADES. Programa de Reabilitação

de Áreas Urbanas Centrais. Disponível em: <http://www.

cidades.gov.br/secretarias‑nacionais/programas‑urba‑

nos/programas/programa‑de‑reabilitacao‑de‑areas‑urba‑

nas‑centrais/>. Acesso em: 20 fev. 2007.

Moraes, A. Áreas Envoltórias do Palácio dos Azulejos

e Catedral Metropolitana. In: Conselhode Defesa

do Patrimônio Cultural de Campinas. Processo

de Tombamento n. 004/88, Palácio dos Azulejos. Campi‑

nas, 1985.

Nascimento, F. Tombamento de imóveis gera polê‑

mica em Campinas. Correio Popular, Campinas, 13

abr. 1986.

Programa Monumenta. Regulamento Operativo.

Disponível em: <http://www.monumenta.gov.br/

site/?page_id=165>. Acesso em: 20 nov. 2006.

Santos (Cidade). Marina Porto de Santos: a vida

nova para o centro histórico. Diário Oficial de Santos,

São Paulo, 16 fev. 2007.

Santos (Cidade). Prefeitura Municipal de Santos.

Lei Complementar no 470 de 5 de fevereiro de 2003.

Cria Programa de revitalização e desenvolvimento da

região central histórica de Santos — Alegra Centro.

Disponível em: <http://www.portal.santos.sp.gov.br/

alegra/index.htm>. Acesso em: 12 fev. 2007.

Santos (Cidade). Prefeitura Municipal de Santos,

Plano de desenvolvimento e zoneamento do Porto de

Santos. (PDZPS). Preparando o Porto para o Século XX.

Aprovado pelo Conselho de Autoridade Portuária CAP

em reunião plenária de 9 set. 1997, Santos, 2000.

Schicchi, M.C., BENFATTI, D. (Org.). Urbanismo:

Dossiê São Paulo‑Rio de Janeiro. Campinas: PUC‑Cam‑

pinas/UFRJ, 2003.

Schicchi, M.C. Patrimônio Arquitetônico das Cidades

Paulistas: a preservação como questão de urbanismo.

Arquitetura Revista. Porto Alegre: Unisinos, 2008, v.4,

p.87-109. Disponível em: <http://www.arquiteturare‑

vista.unisinos.br/index.php?e=7&s=9&a=45>. Acesso

em: 10 fev. 2007.

Silva, F.F.As Cidades Brasileiras e o Patrimônio Cultural

da Humanidade. 2003. Dissertação (Mestrado) – Uni‑

versidade de São Paulo. São Paulo, 2003.

Vargas, H.C.; Castilho, A.L.H. de. Intervenções em

Centros Urbanos: objetivos, estratégias e resultados.

Barueri: Manole, 2006.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v0n11_12a156

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.