Os discursos contemporâneos sobre a produção do espaço e sua contribuição para o estudo da formação das cidades no Brasil

Josarlete Magalhães Soares

Resumo


Este artigo procura estabelecer um dialogo entre os discursos contemporâneos sobre a produção social do espaço e o estudo da historia da formação das cidades no território brasileiro. Embora a perspectiva analitica relativa a dialética socioespacial seja muito evocada para as investigações sobre a sociedade contemporânea, ela também se mostra valida para o entendimento da sociedade e dos espaços do passado e mesmo para a identificação de suas repercussões sobre o presente. Na tentativa de visualizar a dialética socioespacial inerente a formação da cidade e da rede urbana brasileira, apresentamos as propostas e estudos de alguns autores de forma a exemplificar a potencialidade dessa compreensão do espaço para o entendimento de nossas formações urbanas.

Palavras-chave: Produção do espaço. Formação de cidades. Dialética socioespacial. Historia urbana.


Palavras-chave


Produção do espaço. Formação de cidades. Dialética socioespacial. Historia urbana.

Texto completo:

PDF

Referências


Fonseca, C.D. As vilas e os territórios: processos de

formação e evolução da rede urbana na capitania de

Minas Gerais. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL UNI‑

VERSO URBANÍSTICO PORTUGUÊS 1415‑1822.

Actas… Lisboa: Comissão Nacional para as Comemo‑

rações dos Descobrimentos Portugueses, 2001.

p.769‑785.

Harvey, D. A justiça social e a cidade. São Paulo: Huci‑

tec, 1980. 291p.

Harvey, D. Condição pós‑moderna: uma pesquisa sobre

as origens da mudança cultural. São Paulo: Edições

Loyola, 1992. 349p.

Lefebvre, H. A produção do espaço. Belo Horizonte,

Mimeografado.

Luchiari, M.T.D. P. A categoria espaço na teoria social.

Temáticas, v.4, n.7, p.191‑238, 1996.

Marx, M. Nosso chão: do sagrado ao profano. São Paulo:

Edusp, 1989. 219p.

Moraes, F.B. A rede urbana das minas coloniais: na urdi‑

dura do tempo e do espaço. Tese (Doutorado) – Univer‑

sidade de São Paulo, Arquitetura e Urbanismo, São

Paulo, 2006. 3v.

Reis Filho, N.G. Contribuição ao estudo da evolução

urbana do Brasil (1500/1720). 2.ed. São Paulo: Pini,

239p.

Santos, M. Por uma geografia nova: da crítica da geo‑

grafia a uma geografia crítica. 3.ed. São Paulo: Hucitec,

190p.

Soja, E. Geografias pós‑modernas: a reafirmação do

espaço na teoria social crítica. Rio de Janeiro: Jorge

Zahar Ed., 1993. 324p.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v0n11_12a155

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.