A regularidade dos padrões urbanos: a sintaxe espacial como estratégia para leitura de Olinda e Brasília

Manuela Souza Ribeiro, Valério Augusto Soares de Medeiros

Resumo


A pesquisa explora a abordagem configuracional, baseando-se nas estratégias de leitura e de representação do espaço associadas à teoria da lógica social do espaço (sintaxe espacial). A investigação confronta padrões espaciais de duas cidades que demarcam etapas diferentes da concepção urbana impressa no Brasil: Olinda e Brasília. A primeira, de origem colonial, representa as cidades forjadas à maneira portuguesa, adaptadas às características geomórficas do sítio de implantação; e a segunda, capital federal, ícone do desenho moderno funcionalista. Por meio da interpretação de algumas variáveis - compacidade, integração, conectividade, inteligibilidade, sinergia e isovistas/visibilidade, pretende-se responder a duas questões de pesquisa: como se dá a apropriação do espaço, do ponto de vista configuracional, nos dois contextos e que relações existem entre as atividades e os espaços que as abrigam?

PALAVRAS-CHAVE: Brasília. Configuração espacial. Forma-espaço. Olinda. Padrões espaciais.


Palavras-chave


Brasília. Configuração espacial. Forma-espaço. Olinda. Padrões espaciais.

Texto completo:

PDF

Referências


HILLIER, B.; HANSON, J. The social logic of space. Cambridge:

CUP, 1984.

HILLIER, B. Space is the machine. Cambridge: CUP,

HOLANDA, F. O espaço de exceção. Brasília: UnB, 2002.

HOLANDA, F. (Org.). Arquitetura & urbanidade. São

Paulo: ProEditores, 2003.

HOLANDA, F. Brasília: cidade moderna cidade eterna.

Brasília: UnB, 2010.

KOHLSDORF, M. A apreensão da forma da cidade. Brasília:

UnB, 1996.

MEDEIROS, V. Urbis Brasiliae, ou sobre cidades do Brasil.

Dissertação (Mestrado) — Faculdade de Arquitetura

e Urbanismo, Universidade de Brasília, Brasília, 2006.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v0n16a1456

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.