Jazigos e covas rasas: o livro que Gilberto Freyre não escreveu?

Solange de Aragão

Resumo


Este artigo trata do quarto volume da História da Sociedade Patriarcal no Brasil, de Gilberto Freyre, intitulado Jazigos e covas rasas. Existem pelo menos três hipóteses em torno da elaboração desse livro: a de que esse volume foi apenas planejado pelo sociólogo; a de que o volume foi iniciado, mas não foi concluído; e, finalmente, a de que o texto foi escrito, mas o manuscrito desapareceu misteriosamente da residência de Gilberto Freyre. O objetivo aqui é discutir quais seriam as prováveis ideias contidas nesse quarto volume, a partir da análise dos três volumes iniciais publicados por Freyre nas décadas de 1930 e de 1950 - Casa-grande & senzala, Sobrados e mucambos, e Ordem e Progresso -, considerando ainda o que o próprio sociólogo escreveu sobre esse possível quarto volume no prefácio à primeira edição de Ordem e progresso e em sua nota metodológica, e também na introdução à segunda edição de Sobrados e mucambos.

Palavras-chave: Arquitetura Brasileira. Gilberto Freyre. História da Sociedade Patriarcal no Brasil. Jazigos e covas rasas.


Palavras-chave


Arquitetura Brasileira. Gilberto Freyre. História da Sociedade Patriarcal no Brasil. Jazigos e covas rasas.

Texto completo:

PDF

Referências


BRESCIANI, M.S. A casa em Gilberto Freyre: síntese do ser brasileiro? In: CHIAPPINI, L.; BRESCIANI, M.S.

(Org.). Literatura e cultura no Brasil: identidades e fronteiras. São Paulo: Cortez, 2002. p.39-51.

FREYRE, G. Ordem e progresso. 6. ed. São Paulo: Global, 2004.

FREYRE, G. Casa-grande & senzala. 51. ed. São Paulo: Global, 2006a.

FREYRE, G. Sobrados e mucambos. 16. ed. São Paulo: Global, 2006b.

SEVCENKO, N. A modernidade do mestre do Recife e a modernização mesquinha da república. 6. ed. São Paulo:

Global, 2004. p.13-32.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v0n13a143

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.