Aferição da pressão arterial: falha na técnica

Thais de Jesus BERTTI, Natália Abou Hala NUNES

Resumo


Objetivo
Avaliar a técnica de aferição da pressão arterial realizada pela equipe de enfermagem de uma unidade de internação de um hospital geral do Vale do Paraíba Paulista.
Métodos
Estudo transversal, com abordagem exploratória e descritiva. Participaram do estudo 29 profissionais de enfermagem, sendo 9 enfermeiros, 7 técnicos e 13 auxiliares de enfermagem, atuantes nos setores de Internação e Pronto Atendimento de um Hospital Geral do Vale do Paraíba Paulista.
Resultados
Os dados apontaram falha na técnica e no conhecimento teórico dos profissionais de enfermagem, e do não seguimento fidedigno das atuais Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial.
Conclusão
Em virtude da alta incidência de erros da técnica realizada pelos profissionais de enfermagem, somada aos altos índices de diagnósticos de hipertensão arterial, torna--se primordial educação continuada para as equipes a fim de identificar lacunas nos conhecimento e intervir com medidas que visem reverter o cenário.


Palavras-chave


Educação continuada. Equipe de enfermagem. Pressão arterial.

Texto completo:

PDF

Referências


Lee HJ, Jang SI, Park EC. Effect of adherence to antihypertensive medication on stroke incidence in patients with hypertension: A population-based retrospective cohort study. BMJ Open. 2017;7(6):e014486.

Sociedade Brasileira de Cardiologia, Sociedade Brasileira de Hipertensão, Sociedade Brasileira de Nefrologia. VII Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Arq Bras Cardiol. 2016;107(Supl.3):1-83.

Almeida TCF, Lamas JLT. Enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva adulto: avaliação sobre medida direta e indireta da pressão arterial. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(2):369-76.

Guengo e Silva RC, Guerra GM. Aspectos relevantes no preparo do paciente para medida da pressão arterial. Rev Hipert. 2011;14(2):14-20.

Da Silva SSBE, Colósimo FC, Pierin AMG. O efeito de intervenções educativas no conhecimento da equipe de enfermagem sobre hipertensão arterial. Rev Esc Enferm USP. 2010;44(2):488-96.

Kohlmann NEB, Kohlmann Júnior O. Histórico e perspectivas da medida da pressão arterial. Rev Hipert. 2011;14(2):5-13.

Tibúrcio MP, Melo GSM, Balduíno LSC, Costa IKF, Dias TYAF, Torres GV. Validação de instrumento para avaliação da habilidade e do conhecimento acerca da medida da pressão arterial. Rev Bras Enferm. 2014;67(4):581-7. https://doi.org/10.1590/0034-7 167.2014670413

Freitas CCQ, Pantarotto RFR, Costa LRLG. Relação circunferência braquial e tamanho de manguitos utilizados nas Unidades Básicas de Saúde de uma cidade do interior paulista. J Health Sci Inst. 2013;31(3):48-52

Veiga EV, Arcuri EAM, Cloutier L, Santos JLF. Medida da pressão arterial: circunferência braquial e disponibilidade de manguitos. Rev Latino-Am Enfermagem. 2009;17(4):455-61.

Moreira MAD, Bernardino Júnior R. Análise do conhecimento teórico/prático de profissionais da área da saúde sobre medida indireta da pressão arterial. Biosci J. 2013;29(1):247-54.

Oliveira TMF, Almeida TCF. Adequação do manguito durante a medida da pressão arterial: uma revisão integrativa. Ciênc Saúde. 2015;8(1):35-41.

Arcuri EAM, Rosa SCD, Scanavini RM, Denzin GSC. Medida da pressão arterial no braço e antebraço em função do manguito. Acta Paul Enferm. 2009;22(1):37-42.

Veiga EV, Arcuri EAM, Cloutier L, Santos JLF. Medida da pressão arterial: circunferência braquial e disponibilidade de manguito. Rev Latino-Am Enferm. 2009;17(4):455-61.

Moreira MAD, Bernardino JR. Análise do conhecimento teórico/prático de profissionais da área de saúde sobre medida indireta da pressão arterial. Biosci J. 2013;29(1): 247-54.

Araújo CRF, Costa Junior ML, Veiga EV, Cárnio EC, Nogueira MS. Avaliação dos procedimentos para medida indireta da pressão arterial em unidade de terapia intensiva por profissionais de saúde. Rev Soc Cardiol Estado de São Paulo. 2006;16:1-6.

Almeida TCF, Lamas JLT. Enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva adulto: avaliação sobre medida direta e indireta da pressão arterial. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(2):369-72.

Elias e Silva L, Batista REA, Campanharo CRV, Pereira RBR, Prado GF. Avaliação das medidas de pressão arterial comparando o método tradicional e o padrão--ouro. Acta Paul Enferm. 2013;26(3):226-30.

Benetti JC, Krewer MG, De Souza EN, Goldmeier S. Pacientes em pós-operatório de cirurgia cardíaca: correlação entre dois métodos de medida da pressão arterial. Rev Enferm UFSM. 2013;3(3):394-401.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0897v26n2a3524

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Ciências Médicas

ISSNe 2318-0897 (eletrônico)
ISSN 1415-5796 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.