Alteração da pressão arterial em adolescentes e sua relação com estado nutricional

Roberta de Lucena Ferretti, Mauro Fisberg, Isa de Pádua Cintra

Resumo


Objetivo

Avaliar a correlação entre estado nutricional e pressão arterial em adolescentes.

Métodos

Estudo descritivo, em corte transversal retrospectivo. Foram analisados prontuários de adolescentes de 10 a 18 anos incompletos que deram entrada em um Centro Especializado entre 1997 a 2006. Foi calculado o índice de massa corporal, os valores iniciais da pressão arterial sistólica e diastólica, convertidos em percentis. Para análise estatística foi utilizada correlação de Spearman, com nível de significância p<0,05.

Resultados

Foram selecionados 983 adolescentes, entre 10 e 18 anos incompletos, 506 do sexo feminino e 477 do sexo masculino. Entre as 46,44% de meninas e os 37,53% de meninos, todos apresentavam excesso de peso. Em relação aos níveis pressóricos ficou evidente que os adolescentes com excesso de peso apresentaram maiores percentis de pressão arterial, tanto sistólica quanto diastólica. Todas as correlações de pressão arterial, sistólica e diastólica, em valores absolutos e em percentis, com índice de massa corporal foram significativas (p<0,001). Porém, os adoles-centes eutróficos também apresentaram alterações importantes das cifras pres-sóricas.

Conclusão

Apesar do excesso de peso apresentar forte associação com a elevação da pressão arterial, verificou-se também esta alteração em adolescentes eutróficos. Este artigo demonstra a importância de se avaliar periodicamente a pressão arterial de adolescentes como forma de prevenir alterações na mesma, promovendo um estilo de vida mais adequado.

Termos de indexação: Adolescente. Estado nutricional. Pressão arterial.


Palavras-chave


Adolescente. Estado nutricional. Pressão arterial.

Texto completo:

PDF

Referências


Flynn MAT, McNeil DA, Maloff B, Mutasingwa D, Wu

M, Ford C, et al. Reducing obesity and related chronic

disease risk in children and youth: A synthesis of

evidence with ‘best practice’ recommendations. Obes

Rev. 2006; 7(Suppl 1)7-66.

Lobstein T, Baur L, Uauy R. Obesity in children and

young people: A crisis in public health. Report for the

International Obesity Task Force Childhood Obesity

Working Group. Obes Rev. 2004; 5:4-104.

Mathieu P, Poirier P, Pibarot P, Lemieux I, Després JP.

Visceral obesity: The link among inflammation,

hypertension, and cardiovascular disease. Hypertension.

; 53:577-84.

Sociedade Brasileira de Cardiologia. V Diretrizes

Brasileiras de Hipertensão Arterial. 2006 [acesso 2011

out 20]. Disponível em: <http://publicacoes.cardiol.br/

consenso/#2006>.

Paradis G, Lambert M, O’Loughlin J, Lavallée C, Aubin

J, Deevin E, et al. Blood pressure and adiposity in

children and adolescents. Circulation. 2004; 110(13):

-8.

Fuchs SC, Petter JG, Accordi MC, Zen VL, Pizzol Jr AD,

Beltrami ML, et al. Establishing the prevalence of

hypertension: Influence of sampling criteria. Arq Bras

Cardiol. 2001; 76(6):445-52.

Gus I, Harzhein E, Zaslavsky C, Medina C, Gus M. Prevalência,

reconhecimento e controle da hipertensão

arterial sistêmica no estado do Rio Grande do Sul.

Arq Bras Cardiol. 2004; 83(5):424-8.

Urbina E, Alpert B, Flynn J, Hayman L, Harshfield GA,

Jacobson M, et al. Ambulatory blood pressure

monitoring in children and adolescents:

Recommendations for standard assessment.

Hypertension. 2008; 52(3):433-51.

Berenson GS, Srinivasan S, Bao W, Newmam W, Tracy

RE, Wattingney WA, et al. Association between

multiple cardiovascular risk factors and

atherosclerosis in children and young adults. N Engl

J Med. 1998; 338(23):1650-6.

Santos MG, Pegoraro M, Sandrini F, Macuco EC.

Fatores de risco no desenvolvimento da aterosclerose

na infância e adolescência. Arq Bras Cardiol. 2008;

(4):301-8.

Paradis G, Lambert M, O’Loughlin J, Lavallée MA,

Aubin J, Delvin E, et al. Blood pressure and adiposity

in children and adolescents. Circulation. 2004;

:1832-8.

Málaga S, Diaz JJ, Arguelles J, Perillan C, Málaga I,

Viajande M. Blood pressure relates to sodium taste

sensitivity and discrimination in adolescents. Pediatr

Nephrol. 2003; 18:431-4.

Vieira VCR, Priore SE, Ribeiro SMR, Franceschini SCC,

Almeida LP. Perfil sócio-econômico, de saúde e

nutrição de adolescentes recém ingressos em uma

universidade pública brasileira. Rev Nutr. 2005;

(3):273-82. doi: 1590/S1415-52732002000300

National High Blood Pressure Education. Program

Working Group on High Blood Pressure in Children

and Adolescents: The fourth report on the diagnosis,

evaluation, and treatment of high blood pressure in

children and adolescents. Pediatrics. 2004; 114:555-76.

Guimarães ICB, Almeida AM, Santos AS, Barbosa DBV,

Guimarães AC. Pressão arterial: efeito do índice de

massa corporal e da circunferência abdominal em

adolescentes. Arq Bras Cardiol. 2008; 90(6):426-32.

Magalhães MEC, Brandão AA, Pozzan R, Brandão AP.

Hipertensão arterial em crianças e adolescentes. Rev

Bras Hipertens. 2002; 9(3):245-55.

Galvão R, Kohlmann Jr O. Hipertensão arterial no paciente

obeso. Rev Bras Hipertens. 2002; 9 (3):262-7.

Moura AA, Silva MAM, Ferraz MRMT, Rivera IR. Prevalência

de pressão arterial elevada em escolares e adolescentes

de Maceió. J Pediatr. 2004; 80(1):35-40.

Neder MM, Borges AAN. Hipertensão arterial sistêmica

no Brasil: o que avançamos no conhecimento

de sua epidemiologia? Rev Bras Hipertens. 2006;

(2):126-33.

Lauer RM, Connor WE, Leaverton PE, Reiter MA, Clarke

WR. Coronary heart disease risk factors in school children:

The muscatine study. J Pediatr. 1975; 86:697-706.

Berenson GS, McMahan CA, Voors AW, Webber LS,

Franck GC, Foster TA, et al. Cardiovascular risk factors

in children: The early natural history of atherosclerosis

and essential hypertension. New York: Oxford

University Press; 1980.

McMahan CA, Gidding SS, Malcom GT, Tracy RE,

Strong JP, McGill HC Jr. Pathobiological determinants

of atherosclerosis in youth risk scores are associated

with early and advanced atherosclerosis. Pediatrics.

; 118 (4):1447-55.

Silva MAM, Rivera IR, Ferraz MRMT, Pinheiro AJT, Alves

SWS, Moura AA, et al. Prevalência de fatores de risco

cardiovascular em crianças e adolescentes da rede de

ensino da cidade de Maceió. Arq Bras Cardiol. 2005;

(5):387-92.

McGill HCJ, McMahan CA, Herderick EE, Malcom GT,

et al. Origin of atherosclerosis in childhood and

adolescence. Am J Clin Nutri. 2000; 72(5 Suppl):

S-15S.

Ford ES. C-reactive protein concentration and

cardiovascular disease risk factors in children: Findings

from the National Health and Nutrition Examination

Survey 1999-2000. Circulation. 2003; 108(9):1053-8.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0897v21n1/6a1878

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Ciências Médicas

ISSNe 2318-0897 (eletrônico)
ISSN 1415-5796 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.