Acolhimento em saúde pública: a contribuição do fonoaudiólogo

Elizabeth Crepaldi de Almeida, Luciana de Moraes Furtado

Resumo


Este artigo consiste de uma reflexão acerca do processo de acolhimento aos usuários de serviços públicos de saúde e do papel do fonoaudiólogo nesse processo. A discussão parte dos princípios estabelecidos pelo Ministério da Saúde em relação ao Sistema Único de Saúde e da proposta implementada no município de Campinas, SP, por meio do Projeto Paidéia, que inclui em suas diretrizes o acolhimento e a responsabilidade no atendimento ao usuário do serviço público de saúde. Argumenta-se que o atendimento em saúde pública, pautado nos princípios de universalidade, integralidade e eqüidade, exige uma mudança na perspectiva tradicional, centrada no médico, em favor do reconhecimento do papel dos demais profissionais da saúde no atendimento qualificado à população, por meio da institucionalização da equipe multiprofissional de saúde, que se constituirá a equipe multiprofissional de acolhimento ao usuário. Como membro dessa equipe, o fonoaudiólogo tem formação e conhecimento suficientes para prestar um serviço de acolhimento que atenda as necessidades do usuário, tratando-o como ser humano integral que busca soluções para sua vida em uma relação de ajuda genuína.

Termos de indexação: atenção primária à saúde; fonoaudiologia; saúde pública; Sistema Único de Saúde.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Ciências Médicas

ISSNe 2318-0897 (eletrônico)
ISSN 1415-5796 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.