A cultura midiática como um desafio à Igreja Católica

Lindolfo Alexandre de Souza

Resumo


Este artigo apresenta uma breve reflexão acerca do termo cultura midiática, bem como sobre o impacto deste conceito no discurso e na ação evangelizadora da Igreja Católica Apostólica Romana. Para tanto, recorre a uma retomada ao Concílio Ecumênico Vaticano II, o qual, sob esse aspecto, contribuiu em duas dimensões: primeiro, ao propor que a Igreja Católica estabelecesse canais de diálogo com o mundo contemporâneo; segundo, pela promulgação do “Decreto Inter Mirifica sobre os meios de comunicação social”, que configurou-se como um divisor de águas na forma como a instituição católica passou a posicionar-se sobre a o mundo da mídia, bem como sobre os diversos caminhos de atuação neste cenário. Ao articular os campos da cultura midiática e Igreja Católica, este texto busca contribuir com o tema central do evento que o inspirou, qual seja, a universidade católica e a cultura. Como principal referencial teórico buscou se reflexões da autora Joana T. Puntel, religiosa paulina e pesquisadora na área de comunicação.

 


Palavras-chave


Cultura midiática. Concílio Vaticano II. Inter Mirifica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24220/cfc.v1i2.3793

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos de Fé e Cultura

ISSNe 2525-9180 (eletrônico)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.