Ocorrência de mamíferos marinhos em Guaratiba e Marambaia, Rio de Janeiro

Sandra Valéria Corrêa de Oliveira, Henrique de Albuquerque Carvalho, Sergio Carvalho Moreira, Andrea da Silva Cordeiro

Resumo


Foi desenvolvido um estudo no município do Rio de Janeiro, nas localidades de Barra de Guaratiba e Restinga de Marambaia (230 05'8 e 440 30'W), em janeiro de 1994. Onde foram identificadas 9 espécies de cetáceos, através de saídas de barco, observação em 2 pontos fixos e percursos de praia. Durante as saídas de barco foram avistadas 3 espécies de cetáceos: Tursiops truncatus, dois indivíduos; Orcinus orca, dois adultos e um filhote; Balaenoptera edeni, dois adultos e um filhote. Com aproveitamento de 7,9% do total de 2404 minutos. Em ponto fixo observou-se a ocorrência da Balaenoptera edeni em grupo de dois a três indivíduos ou solitária, com aproveitamento de 3,57% do tempo total de 12998 minutos de observações semanais. Nos percursos de praia realizados na Restinga da Marambaia, foram coletadas carcaças ou ossadas de 11 exemplares, dos quais 5 foram de Sotalia fluviatilis, 2 de Steno bredanensis, 2 de Tursiops truncatus, 1 Delphinus delphis e 1 Stenella cf frontalis somando os esforços nototal de 7967 minutosde observação. É importante citar que durante as observações dos cetáceos, estes encontravam-se à 50 m a 01 milha da costa, e constatou-se também a presença de cardumes de sardinhas (família Clupeidae), próximo desses animais. Identificou-sea presença de Eubalaena australis (baleia franca), na região através de uma fita de vídeo cedida por um morador da região. Considerando-se as informações fornecidas pelos moradores locais podemos afirmar a presençade cetáceos 110 Rio de Janeiro durante todo o ano.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.