Aspectos reprodutivos de Diplectrum Radiale (Quoy & Gaimard, 1824), na Baía da Ribeira, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Brasil

Bruno Correa Meurer, José Vanderli Andreata

Resumo


O comportamento reprodutivo de Diplectrum radiale (Quoy & Gaimard, 1824) foi analisado no período de janeiro a dezembro de 1999, na Baía da Ribeira, Angra dos Reis, Rio de Janeiro. Os exemplares de Diplectrum radiale foram coletados em 5 estações, mensalmente, com o auxílio de uma rede de arrasto-de-fundo com comprimento de 10,5m, diâmetro de 4,5m, asa de 3,5m, malha superior de 20mm e malha do saco do 15mm. Os arrastos foram realizados por uma traineira de 10m de comprimento durante 30 minutos. Foi coletado um total de 218 espécimes que foram dissecados para a análise das gônadas, sendo observados os estádios de maturação, o comprimento de primeira maturação e a principal época reprodutiva através do Relação Gonadossomática. As análises das gônadas revelaram uma maior intensidade reprodutiva durante a primavera e o verão, sendo o comprimento de primeira maturação, na Baía da Ribeira em 1999, de 131mm.

Palavras chave: reprodução, Diplectrum radiale, Baía da Ribeira, Angra dos Reis.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.