Resgate, reabilitação e soltura de um golfinho-de-dentes rugosos, Steno bredanensis (Lesson, 1828), encalhado na Baía de Todos os Santos, Salvador, BA

Bruno Lopes Bastos, Rodrigo Maia-Nogueira, Suzana Mas Rosa, Luciana Pedreira, Gerson de Oliveira Norberto, Ivan Freitas da Cunha

Resumo


O resgate e a reabilitação de cetáceos no litoral brasileiro ainda é uma atividade rara. Consequentemente, existem poucas histórias de casos publicados para servirem como base para os cuidados médicos destes animais. No dia 29 de outubro de 2001 foi encontrada uma fêmea de golfinho-de-dentes-rugosos, Steno bredanensis (CRMA#0005), presa entre as palafitas da favela dos Alagados, Lobato (12° 56´S; 038° 29´W), Salvador, Bahia. No dia 30 de outubro de 2001, o animal foi resgatado do local e transferido para um sistema de semi-cativeiro montado na praia do Museu de Arte Moderna, Gamboa (12° 59´S; 038° 32´W), Salvador, e deu-se continuidade aos trabalhos de reabilitação. O exemplar foi tratado com Dexametasona (2,0ml IM), Diazepam (2,0mL IM), Enrofloxacina (5,0mL IM) e Ivermectina (10mL IM), e foram coletadas amostras de sangue, fezes e fluido respiratório para posterior realização de exames complementares. O animal apresentou reações positivas com relação à medicação tranquilizante, e sua soltura foi realizada com sucesso no mesmo dia. Cicatrizes e marcas naturais individuais foram registradas em fotogramas, sendo possível o reconhecimento do indivíduo no caso de eventual reencalhe.

Palavras -chave: Steno bredanensis, golfinho-de-dentes-rugosos, resgate, reabilitação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.