Polimorfismo e similaridade de proteínas totais de seis populações de M. erythroloma, pelo método Eletroforético SDS-PAGE

Andréia Guedes Garcia, Alice Battistin, Júlio Viégas, José Henrique Souza da Silva

Resumo


No Brasil ocorrem dez espécies do gênero Macroptilium, entre estas espécies, quatro são encontradas no estado do Rio Grande do Sul. O objetivo do trabalho foi verificar a ocorrência de variabilidade genética, através da presença de polimorfismo protéico e da similaridade das proteínas totais em seis populações de M. erythroloma (Benth.) Urban, de ocorrência natural no Rio Grande do Sul. As análises foram desenvolvidas no Laboratório de Citogenética Vegetal e Biotecnologia do Departamento de Biologia pertencente ao Centro de Ciências Naturais e Exatas (CCNE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O gel das proteínas totais foi analisado adotando-se sementes como indivíduos das populações de M. erythroloma, em gel de poliacrilamida – dodecil sulfato de sódio (SDS-PAGE). As interpretações dos géis de proteínas totais entre indivíduos e entre as populações foram realizadas através de zimograma eletroforético para a verificação do polimorfismo protéico. A similaridade foi observada através de dendrograma. Os indivíduos de todas as populações de M. erythroloma mostraram-se monomórficos no sexto loco e heteromórficos no primeiro, terceiro e quarto locus, e ausentes em algumas das populações. Os coeficientes de similaridade de proteínas totais da espécie M. erythroloma, apresentaram maior similaridade entre os indivíduos de uma mesma população e menor entre as populações.

Palavras-chave: Macroptilium, polimorfismo protéico, SDS-PAGE.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.