Biologia de Tetranychus mexicanus (McGregor) (Acari: Tetranychidae) em folhas de Pupunha (Bactris gasipaes Kunth)

César Pagotto Stein, Núbia Daólio

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a biologia do ácaro Tetranychus mexicanus (McGregor) criado em folíolos de Bactris gasipaes Kunth (pupunha). O ensaio foi conduzido em condições de laboratório com temperatura variando entre 25oC ± 1oC, umidade relativa entre 60,0% ± 10,0% e fotofase de 14h. O período decorrido de ovo a adulto foi de 13,0 dias para machos e de 13,6 dias para fêmeas, com sobrevivência de 59,3%. A proporção sexual foi de aproximadamente 4,7 fêmeas para cada macho. Depois de um período de pré-oviposição de 2,0 dias, as fêmeas passaram por um período médio de oviposição de 12,1 dias, com número médio de ovos por fêmea por dia de 0,82. A longevidade foi de 7,1 dias para machos e 16,7 dias para fêmeas. A razão intrínseca de aumento (rm) foi de 0,06, a razão finita de 1,06 indivíduos por fêmea por dia, o tempo médio de umalde aumento (geração (T) de 21,6 dias e a taxa líquida de reprodução (Ro) de 3,7.

Palavras-chave: Ácaro. Arecaceae. Tabela de vida de fertilidade. Tetraniquídeo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.