Avaliação do efeito do ácido pirolenhoso de três espécies arbóreas sobre Tuta absoluta (Meyrick) (Lepidoptera: Gelechiidae)

Paulo César Bogorni, Vanessa Cordeiro Pansiera, José Djair Vendramim, Leandro do Prado Ribeiro, Rita de Cássia Rodrigues Gonçalves-Gervásio, José Otávio Brito

Resumo


O uso de ácido ou extrato pirolenhoso, obtido através da condensação de vapores liberados durante o processo da queima da madeira para a produção de carvão, vem sendo recomendado e utilizado pelos agricultores no manejo fitossanitário da cultura do tomateiro. Entretanto, estudos visando avaliar a ação desses produtos no manejo fitossanitário são ainda limitados. Nesse sentido, este trabalho objetivou avaliar a ação do ácido pirolenhoso obtido de Eucalyptus grandis, Melia azedarach e Pinus caribaea sobre a traça-do-tomateiro Tuta absoluta, importante inseto-praga nos cultivos de tomate em todo o Brasil. Os tratamentos foram avaliados em relação à sobrevivência larval, preferência alimentar das larvas e oviposição dos adultos. Com base nos dados obtidos, constatou-se que o ácido pirolenhoso proveniente das três espécies arbóreas testadas não afeta o desenvolvimento, alimentação e oviposição de Tuta absoluta.

Palavras-chave: Traça-do-tomateiro. Lycopersicon esculentum. Eucalyptus grandis. Melia azedarach. Pinus caribaea.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.