Qualidade da água de efluentes de pesqueiros situados na bacia do Alto Tietê

Cacilda Thais Janson Mercante, Jeniffer Sati Pereira, Lídia Sumile Maruyama, Paula Maria Genova de Castro, Luciana Carvalho Bezerra de Menezes, Suzana Sendacz, Ariane Carolina Di Genaro

Resumo


Este artigo é parte do estudo que caracterizou a atividade pesqueira das sub-bacias Guarapiranga e Tietê Cabeceiras (Bacia do Alto Tietê), através dos aspectos socioeconômicos e ambientais. Está inserido no projeto Facilitating Negotiations over Water Conflicts in Latin-American Periurban Upstream Catchments: Combining Multi-Agent Modelling with Role Game Playing, que pesquisa conflitos do uso da terra e água em regiões periurbanas da América Latina. Nos períodos de estiagem (agosto/2003) e chuva (janeiro/2004) a qualidade da água de efluentes de pesqueiros da região de Guarapiranga e da região de Tietê Cabeceiras foi avaliada, através do nitrogênio total e do fósforo total e de suas respectivas cargas, do coeficiente de exportação, dos fatores abióticos e da demanda bioquímica de oxigênio e sólidos totais. A análise dos resultados evidenciou valores fora dos padrões recomendados na resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente 357/2005 para as duas sub-bacias, indicando um processo de degradação da qualidade da água. Além dos diferentes impactos a que a bacia hidrográfica está sujeita (agrícolas, industriais e urbanos) deve-se acrescentar a estes o lançamento de efluentes de pesqueiro. Recomenda-se o controle da qualidade da água através do manejo adequado, além do tratamento do efluente para minimizar tais impactos.

Palavras-chave: Alto Tietê. Eutrofização. Pesqueiro. Qualidade da Água.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.