Impacto da hidrodinâmica e da sedimentação sobre a microfauna de foraminíferos bentônicos de áreas recifais do sul da Bahia, Brasil

Helisângela Acris Borges de Araújo, Regina Lucia Machado Bruno, Altair de Jesus Machado

Resumo


Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o impacto da hidrodinâmica e da sedimentação sobre a composição da microfauna de foraminíferos e sobre o estado de preservação de suas testas, nas áreas do Recife de Fora e Recifes de Abrolhos, estado da Bahia. Para tanto, foram coletadas 10 amostras de sedimento superficial na área do Recife de Fora e 15 amostras de sedimento na área recifal de Abrolhos. As amostras foram processadas através de metodologia padrão para estudo de foraminíferos e, em seguida, foram triadas as 300 primeiras testas desses micro-organismos. Posteriormente foi realizada a identificação das espécies e avaliação da coloração e estado de preservação das testas. A partir dos dados absolutos do número de espécies e espécimes por amostras, foram calculadas a Abundância Relativa e a Frequência de Ocorrência dos taxa, além dos índices de Riqueza, Diversidade e Equitatividade. No Recife de Fora foram identificadas 41 espécies, sendo 10 constantes e 6 principais (Amphistegina lessonii, Discorbis mira, Sorites marginalis, Quinqueloculina angulata, Triloculina planciana e Peneroplis pertusus). Nos Recifes de Abrolhos foram identificadas 115 espécies, sendo 29 constantes e 3 principais (Archaias angulatus, Quinqueloculina lamarckiana e Quinqueloculina disparilis curta). A análise tafonômica revelou predomínio de testas brancas e íntegras nos Recifes de Abrolhos, e testas mosqueadas e com sinais de desgaste no Recife de Fora. Com base nesses resultados, concluiu-se que a hidrodinâmica e sedimentação ofereceram maior impacto sobre a microfauna de foraminíferos do Recife de Fora, quando comparada à dos Recifes de Abrolhos.

Palavras-chave: Diversidade específica. Recifes de Abrolhos. Recife de Fora. Tafonomia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.