Substrato e potencial de armazenamento para sementes de pau formiga

Maria Teresa Vilela Nogueira Abdo, Angela Cristina Bieras, Jorge Fernando Staine, Fernanda Fernandes Salazar, Rita de Cássia Violin Pietrobom

Resumo


Foram avaliadas diferentes composições de substratos para germinação de sementes de pau formiga (Triplaris brasiliana Cham.) e seu potencial de armazenamento sob diferentes condições, observando-se germinação e vigor de sementes coletadas em novembro de 2011, no Polo Centro Norte/Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, Pindorama, SP. Após colheita, as sementes foram postas para germinar nos seguintes substratos: composto orgânico (mistura de compostagem de galhos picados, limões e terra argilosa) (Tratamento 1), substrato comercial (Tratamento 2) e areia (Tratamento 3). Quatro lotes provenientes de uma amostra de sementes foram armazenados nas condições: temperatura ambiente (saco de papel - Tratamento 1, e vidro - Tratamento 2) e em geladeira a 5ºC (vidro - Tratamento 3, e saco de papel - Tratamento 4). Determinou-se o teor de água das sementes pelo método da estufa a 105 ± 3oC (24 horas) em quatro repetições de 25 sementes, e com paquímetro mediram-se o comprimento e a largura de 100 sementes. Os testes de germinação em diferentes substratos foram instalados na mesma data - dia 18 de novembro de 2011 - em que diferentes lotes de sementes foram armazenados. Após 77 dias de armazenamento, em 3 de fevereiro de 2012, instalou-se um segundo teste de germinação em condições ambientes sob sombrite 50%, sob sistema de aspersão para irrigação em substrato comercial, que foi o mais adequado para germinação de sementes de pau formiga. As sementes mantiveram seu potencial germinativo por mais tempo quando armazenadas em recipiente de vidro, que não permite a entrada de umidade, e sob baixa temperatura (5ºC em geladeira).

 

Palavras-chave: Armazenamento de sementes. Produção de mudas. Sementes florestais.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.