Anelídeos Poliquetas do estado do Maranhão, Brasil: síntese do conhecimento

Rannyele Passos Ribeiro, Zafira da Silva de Almeida

Resumo


Neste artigo, realizou-se uma revisão de literatura para caracterizar a produção científica referente ao grupo Annelida Polychaeta no estado do Maranhão, indicando lacunas e possibilidades de estudo, além de resgatar a sua diversidade, listando as espécies registradas e os ambientes onde ocorrem. Este estudo foi realizado por meio de busca em bases de dados, bibliotecas acadêmicas e acervos particulares de pesquisadores que produziram trabalhos sobre o grupo. A produção científica relacionada aos poliquetas é constituída principalmente por trabalhos não-publicados (92,3%). A maioria dos estudos analisados (75,6%) não tratava especificamente sobre o grupo Polychaeta, mas sobre macrofauna bêntica. Em relação ao ambiente de estudos que abriga maior quantidade de informação, predominou o manguezal, representando 59,6% dos trabalhos. A análise dos registros permitiu quantificar um total de 32 famílias e 99 gêneros, dos quais 38 táxons foram identificados em nível de espécie. Observou-se que o conhecimento sobre a fauna poliquetológica maranhense ainda é incipiente, necessitando de maior investimento e intensificação dos estudos. Assim, esta revisão de literatura contribui no sentido de sintetizar o conhecimento produzido sobre os poliquetas, buscando encontrar as lacunas e dar base para estudos futuros a serem realizados no Maranhão.

Palavras-chave: Fauna Poliquetológica. Maranhão. Síntese do conhecimento. Registros de espécies.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Bioikos

ISSNe 2318-0900 (eletrônico)
ISSN 0102-9568 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.